30 de abril de 2015

Pela Fé

Hebreus 11:33-34

Introdução
O capítulo 11 de Hebreus descreve o relacionamento de homens e mulheres que, pela fé, alcançaram grandes vitórias em meio ao pecado.

A fé personalizada na vida desses heróis é o tema desse capítulo.

A palavra fé ocorre cerca de 41 vezes em Hebreus e é empregada 23 vezes nesse capítulo.

I - Fé - O Segredo da Vitória
Ler Hebreus 11:1 - Esse verso traz uma clássica definição de fé nas Sagradas Escrituras.

Nessa definição, são apresentadas duas esferas de ação:

A esfera das coisas que se esperam. As coisas desejadas que se esperam, mas ainda não possuídas.

A esfera das coisas que não se veem. Aquelas que estão além da esfera de uma possível demonstração para os sentidos.

Assim como a visão física produz convicção e definição quanto às coisas visíveis, a fé habilita as pessoas a ver o mundo invisível (ver Hb 11:27).

Homens e mulheres enxergam bem mais além de seu tempo e circunstâncias em função de sua resoluta confiança em Deus e em Sua Palavra.

Essa foi a experiência de Moisés quando, pela fé, abandonou as glórias do Egito (ver Hb 11:27).

“Moisés foi instruído com relação à recompensa final a ser dada aos humildes e obedientes servos de Deus, e as vantagens mundanas tombaram na insignificância que Ihes é própria em comparação com aquela recompensa. Essa fé o levou a se desviar dos nobres da Terra, e se unir à nação humilde, pobre e desprezada que preferira obedecer a Deus a servir ao pecado” (Patriarcas e Profetas, p. 246).

Deus nos ama e sabe o que é melhor para nós. Sua providência abre o caminho para que, através da fé, nos apropriemos das bênçãos do evangelho.

A fé é a mão que se estende para receber a oferta divina de graça e misericórdia.

A fé é um dom de Deus, mas a faculdade de exercê-la é nossa.

Em nossa jornada espiritual, a fé é o combustível que nos alimenta em direção ao alvo proposto (ver Fp 3:13, 14; Hb 12:2,3).

A fé é a vitória que vence o mundo e todos os inimigos de Deus. “O justo viverá pela sua fé” (Hc 2:4).

II - A Galeria da Fé
A fé tem seu aspecto histórico.

O capítulo 11 de Hebreus é conhecido como a galeria dos heróis da fé.

Nessa galeria, o autor de Hebreus menciona pelo nome 16 deles: Abel, Enoque, Noé, Abraão, Sara, Isaque, Jacó, José, Moisés, Raabe, Gideão, Baraque, Sansão, Jefté, Davi e Samuel (Hb 11:4-32).

Eles são descritos como vencedores neste mundo hostil. Foram mencionados nessa galeria de heróis da fé não porque fossem perfeitos, mas porque confiaram em Deus e em Suas promessas.

Eles olhavam para o futuro confiantes. Eram motivados pela convicção de que Deus cumpriria Sua Palavra.

Vivenciaram por experiência própria as possibilidades da fé. Esses personagens notáveis viveram nos tempos do Antigo Testamento e não tiveram o exemplo supremo de Cristo para imitar e reproduzir em sua vida.

O modelo que tiveram estava na predição, não no cumprimento.

No fim do capítulo 11, o autor de Hebreus leva seus leitores ao ponto mais alto ao apresentar o melhor de todos os modelos: Jesus Cristo.

Somos convidados a olhar perseverantemente para Ele (ler Hb 12:1, 2).

III - A Fé ao Nosso Alcance
A leitura individual das Escrituras Sagradas, a pregação da Palavra, a oração e a reflexão espiritual são alguns dos fatores que contribuem para o fortalecimento da fé.

Quando olhamos para os heróis da fé, percebemos que eram homens e mulheres que buscavam constantemente a comunhão com Deus.

A Bíblia menciona pessoas que mantiveram íntima comunhão com Deus, mesmo no meio de uma geração corrompida (Gn 5:24; 6:9).

Os personagens da Bíblia eram pessoas comuns que tinham problemas e dramas semelhantes aos nossos (Tg 5:17).

A fé é âncora e fortaleza nos momentos difíceis da vida.

A fé penetra na obscuridade e aceita as providências de Deus, ainda que produzam dor e sofrimento.

Milhares de cristãos já passaram pelas agruras da perseguição e venceram pela fé (Hb 11:33,34).

Ilustração: Numa cela da cidade de Colônia, Alemanha, depois da Segunda Guerra Mundial, alguém encontrou essas palavras escritas na parede:

“Acredito na existência do Sol, ainda que ele não brilhe;
Acredito na existência do amor, ainda que não o sinta;
Acredito em Deus, ainda que Ele esteja em silêncio.”

A fé em Deus, motivada por Sua Palavra produz boas obras (Tg 2:14-26).

“Se Cristo estiver no coração, Ele aparecerá no lar, na oficina, no mercado, na igreja. O poder da verdade será percebido por elevar e enobrecer a mente, por sensibilizar e subjugar o coração, pondo a pessoa por inteiro em harmonia com Deus” (Fé e Obras, p. 116).

Conclusão
A lista dos heróis da fé continua com você.

Ela nos anima a continuar a jornada com coragem e determinação.

Ela nos dá uma visão do que Deus fez por outros e pode fazer por nós.

Que o pedido dos discípulos também seja o nosso: “Então disseram os apóstolos ao Senhor: Aumenta-nos a fé” (Lc 17:5).






Revista do Ancião
Jul - Set / 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário