A vida sem Ele é nada!

“…convém-vos que eu vá, porque se eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se, porém, eu for, eu vo-lo enviarei” (João 16:7).
Se a vida cristã consistisse simplesmente em darmos o melhor de nós mesmos, não haveria necessidade de Deus enviar o Espírito Santo para nos ajudar. Afinal, o nosso melhor é o nosso melhor. Como podemos melhorar ainda mais? Uma vez que Deus é Onisciente, como certamente cremos que O é, Ele sabe quando já fizemos tudo o que podíamos fazer. Para que complicar as coisas?
Jesus esclareceu, no entanto, que Deus estava procurando algo mais em nós. Ele buscava um estilo de vida e um comportamento que superassem o nosso melhor – os quais nunca poderíamos conseguir somente por meio dos nossos próprios esforços…
Pense nisto. Se não precisamos de nenhuma ajuda, para que enviar o Consolador ou o Auxiliador? A promessa do Consolador pressupõe que precisamos de ajuda. A promessa do Consolador foi a forma que Jesus encontrou para nos mostrar uma das mais profundas verdades a respeito da vida cristã – sem Ele é impossível sermos bem-sucedidos! A qualidade de vida que Jesus espera dos seus seguidores é impossível de ser atingida a menos que haja alguma intervenção divina. (Extraído da obra The Wonderful Spirit Filled, de Charles Stanley)

Que tal permitir que neste dia o Espírito Santo, o Consolador, dirija sua vida? É só querer, é só deixar. Ele fará coisas extraordinárias e imagináveis em sua vida e ao seu redor.

Charles Stanley

Comentários