3 de maio de 2015

Família: 10 Dicas para destruir seu casamento

Estas dicas fazem parte de uma palestra que dou para mulheres, mas resolvi colocar um resumo aqui, caso você esteja querendo acabar com seu casamento e não saiba quais coisas está fazendo certo ou não. Embora para mulheres, tem dicas que servem para os homens também! (risos)
1 – Não respeite seu esposo, ele não precisa liderar, já que a Bíblia e este conceito foram inventados antes do feminismo. Tome você a iniciativa por tudo e lembre-se de Jezabel nesta hora. E lembre-se: valorize mais os amigos, a opinião dos outros (colegas, pais, filhos, vizinho, inimigos) do que do seu esposo!
2 – Não leve as instruções bíblicas tão a sério. Afinal, você tem opiniões tão boas sobre tanta coisa. A Bíblia manda suprir as necessidades sexuais do cônjuge, mas isto foi lá naquele tempo em que as mulheres não tinham tanta coisa pra fazer, né? Pra isto, ignore 1 Coríntios 7 completamente.
3 – Não peça desculpas quando errar, afinal, no fundo ele bem que mereceu. Ah, e acrescente frases ríspidas e falta de carinho aqui neste ponto. Não dizem que o sexo frágil é você, não ele? Homens podem aguentar mulheres grossas, não podem?
4 – Negue um problema, por mais incomodo que seja. Tentar resolver traz muita dor de cabeça e dor de cabeça, você sabe, dá rugas. Fixe o pensamento de que o casamento é uma relação entre duas pessoas, uma delas sempre certa, e a outra o marido.
5 – Olhe bem ao redor para ver se não tem nenhum homem te olhando diferente. Não importa que seja física ou virtualmente. Se tiver um ex-namorado por quem foi apaixonada e ele voltar a dar sinal no Facebook, incentive. Faça charme e coloque outra pessoa no seu coração. Isto é tiro e queda para perder o interesse pelo esposo!
6 – Quando os problemas ficarem graves demais, fuja da igreja e do pastor. Afinal, já se afastou tanto, pra que incomodar com seus problemas? Ou pior, deixarem que saiba que você não é perfeita como esposa. Um horror! Se bater um desespero, a tentação de orar, saia para fazer compras, assista TV, mas não ceda!
7 – Culpe o esposo por tudo dar errado. Culpe por sua carência, por seu peso, por estar cansada, por ter que viver longe dos pais e o que mais puder colocar na lista. E em última instância, culpe a Deus que te deu o esposo. Uma boa dica é alimentar xingamentos em pensamentos contra ele e treinar durante o dia em brigas mentais. Não vai suportar olhar para a cara dele quando encontrar.
8 – Faça os filhos serem o primeiro lugar na sua vida e deixe o cônjuge pra depois. Mas isto precisa ficar claro pra ele. Prefira passear com as crianças, cuidar das crianças e ficar em cima delas como se fossem bebês e finja não notar que seu esposo quer atenção e carinho. Se não tiver filhos, coloque o trabalho, a faculdade, os pais. Qualquer coisa como prioridade.
9 – Não perdoe. Não importa se é uma meia jogada no chão ou a louça suja na pia. Não importa se é algo grave ou pequeno, não perdoe! E faça questão de dizer que vai embora de cada a cada discussão que tiver! Aproveite o rompante de raiva e chore. Vai ser ótimo para deixá-lo mal e cheio de culpa, mesmo que ele não tenha.
10 – Assista filmes, novelas e leia romances açucarados e compare seu esposo com os personagens. É ótimo para ver como ele nunca será tão perfeito quanto o galã da trama. Não importa que os personagens não existam, use sua imaginação, você é boa nisso!
Claro que esta lista não é pra ser seguida, embora muitas de nós passem por estes itens com familiaridade. Cada um desses passos deve ser evitado a todo custo, pois o casamento é um investimento que vale cada prova vencida, cada alegria e fidelidade cultivadas. Olhe bem pra estas dicas, para fazer exatamente o oposto!


Fabiana Bertotti

Nenhum comentário:

Postar um comentário