O presente das vinte e quatro horas

“Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a Sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas” (Mateus 6:33).
Duas coisas a se ter em  mente.
Você não possui mais o ontem. Ele sumiu enquanto você dormia. Acabou. Será mais fácil recuperar uma baforada de fumaça. Você não pode muda-lo, alterá-lo ou melhorá-lo. Sinto muito, não há segunda chance. A areia da ampulheta não vai fluir para cima. O ponteiro do relógio se recusa a agir ao contrário. O calendário mensal vai da esquerda para a direita, não da direita para a esquerda. Você não possui mais o ontem.
Você ainda possui o amanhã. A não ser que você acelere a órbita da terra ou convença o Sol a se levantar duas vezes antes de se pôr uma, você não pode viver o amanhã hoje. Você não pode gastar o dinheiro de amanhã, comemorar os feitos de amanhã ou resolver os enigmas de amanhã. Você só possui o hoje. Este é o dia que o Senhor fez.
Viva nele. Você deve estar presente para vencer. Não sobrecarregue o hoje com os arrependimentos de ontem nem o contamine com os problemas de amanhã.
Ore comigo: “Precioso Salvador, Tu nos dás vida em porções diárias. Em Tua sabedoria Tu sabes que vinte e quatro horas são suficientes para administrarmos. Ensina-nos a viver no presente. Lembra-nos de que Tu nos dás a sabedoria e a força para viver um dia por vez”.


Max Lucado

Comentários