Pequenas coisas que mudam a vida!

Você já parou para pensar como pequenas coisas são capazes de ter grandes efeitos? Experimente colocar um pouco mais de sal ao temperar uma comida, e ela pode ficar horrível. Um pouquinho de chuva que cai faz uma grande diferença para quem cultiva a terra. Uma pequena “pedrinha” no rim pode provocar uma dor tremenda. Um simples sorriso de um filho, ao chegarmos ao final do dia em casa, é capaz de nos fazer esquecer toda a correria e o cansaço do dia.
Um efeito semelhante existe quando o assunto é violência. Palavras ásperas, um tapa, um empurrão, alguns minutos de abuso sexual, atitudes de desrespeito… são coisas que deixam marcas para toda a vida. Por outro lado, um folheto, uma ligação, poucos minutos gastos fazendo uma denúncia, podem mudar histórias de dor, traumas e desesperança.
Quando vemos nos jornais as notícias tristes acerca de como a violência tem destruído a vida de tanta gente, de crianças a idosos, podemos nos sentir impotentes diante de tanta maldade. Contudo, existem ações que estão ao nosso alcance. Podemos conscientizar crianças, jovens e adultos dos direitos que possuem, de que é preciso pedir ajuda, de que é preciso denunciar, de que não precisam viver um verdadeiro pesadelo pelo resto de suas vidas.

“O Silêncio de Lara”
Lara era uma menina que desde pequena sofria abuso sexual. Ela guardava seus traumas em silêncio. Na verdade, tentava guardar, pois, como muitos que sofrem esse tipo de violência, sua dor acabava sendo expressa através de seus comportamentos, seus pensamentos, e até mesmo seu olhar. Mas um dia Lara encontrou um folheto da campanha Quebrando o Silêncio, e mudou o rumo de sua própria história.
Lara é o nome da personagem do média-metragem – “O Silêncio de Lara” – produzido em Curitiba, através de uma parceria entre o Centro Europeu, a Campanha Quebrando o Silêncio e a Associação Sul Paranaense da IASD (ASP). A estréia ocorreu no dia 14 de maio. O filme, baseado em fatos reais, retrata uma história que se repete todos os dias, em diversos lares, contudo com um final melhor, graças a um pequeno folheto que incentivou Lara a quebrar o silêncio.
De acordo com Keila Marques, coordenadora da Campanha Quebrando o Silêncio para a Associação Sul Paranaense, seu desejo é que este filme possa levar meninos e meninas a quebrar o silêncio através da denúncia, e conscientizar os pais a protege-los e ter ações preventivas contra esse tipo de situação.
Você pode conferir aqui o trailer:
O média completo está disponível em DVD, para ser utilizado em escolas, igrejas, e ações de combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes. O DVD custa R$3,50 e pode ser adquirido diretamente com a loja da ASP pelo telefone (41) 3094-9434.
18 de Maio – Foi comemorado Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.
18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Segundo dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), ocorrem no Brasil, por ano, cerca de 100 mil casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Mas menos de 20% desses casos chegam ao conhecimento das pessoas encarregadas de tomar providências.
Milhares de crianças e adolescentes precisam encontrar uma solução para seu sofrimento, como Lara encontrou. Através de pequenas ações, você e eu podemos ajudar a mudar muitas histórias. Apoie campanhas como a “Quebrando o Silêncio”, compartilhe informações sobre denúncia e direitos das crianças e adolescentes em suas redes sociais, denuncie caso você tenha conhecimento de algum caso. Uma pequena ação pode mudar uma vida!

http://quebrandoosilencio.org

Comentários