9 de junho de 2015

REFLITA!

A estultícia do homem perverte o seu caminho, mas é contra o Senhor que o seu coração se ira.
Prov. 19:3

A vida é um caminho. Esta metáfora nós a encontramos em muitos clássicos da literatura e não somente na Bíblia.  Na Odisséia, Homero apresente a Ulisses caminhando durante dez anos, desde Tróia até seu lar em Itaca.  Bunyan na sua obra,  “O Peregrino” relata a jornada do cristão desde a cidade chamada destruição até a cidade celestial.
Se você fizer uma análise séria da Bíblia chegará a conclusão de que esta apresenta um só caminho em direção a felicidade e a vida eterna. As pessoas em nossos dias pensam diferente. Acham que “existem muitos caminhos”, para chegar a Deus e que o importante é ser sincero naquilo que se acredita.  Pensar de maneira diferente hoje é, politicamente incorreto.
Quando Jesus esteve nesta terra disse: “Entrai pela porta estreita “larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela, porque estreita é a porte, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela”. Mateus 7:13, 14.
Se Jesus  vivesse em nossos dias, seria considerado politicamente incorreto. Mas o Seu ensino está aí, mostrando que a felicidade neste mundo depende da escolha certa do caminho.
No livro de Provérbios se repete a palavra caminho aproximadamente cem vezes.  A sabedoria, segundo Salomão, não consiste apenas em algo que você faz, mas no caminho que você transita. Rejeitar o caminho de Deus é rejeitar o próprio Deus.
Junto ao caminho você encontra a ênfase na liberdade humana. É frequente, o tema do contraste entre a vida daqueles que aceitam andar no caminho e os que o rejeitam.  A verdadeira religião não é uma religião de proibições, mas de escolhas.  Você escolhe, você decide.  Você também colhe o fruto da decisão que tomou.  “Quem planta ventos, colhe tempestades”, não é um velho ditado popular?
O texto de hoje é um chamado à reflexão.  Para onde você está indo?  Aonde o levará o caminho que você transita?  Se você acha que esse é o caminho certo quem o determinou que esse era o caminho correto?

Alejandro Bullón

Nenhum comentário:

Postar um comentário