Jesus sempre responde?

“Vigiai, pois, a todo tempo, orando, para que possais escapar de todas estas coisas que têm de suceder e estar em pé na presença do Filho do homem” (Lucas 21:36)
Jesus fez a Seus discípulos a abrangente promessa de que lhes responderia às persistentes orações por segurança e salvação. Também garantiu que, se orassem, “seu Pai, que vê o que você faz em segredo, lhe dará a recompensa” (Mt 6:6, BLH). Mas a pergunta persiste: “Será que Deus realmente Se importa comigo? Afinal de contas, parece que muitas das minhas orações não recebem resposta. ” Frequentemente ficamos desalentados porque achamos que Deus não responde, e as dúvidas surgem. Quando falamos com nosso Salvador, devemos acreditar que, se O buscamos, Ele Se inclina até nós e vem nos encontrar a mais da metade do caminho. “Descansa no Senhor e espera nEle” (Sl 37:7)
Durante a oração de Jesus no Getsêmani, Ele permitiu ao Pai a liberdade de agir de acordo com a melhor perspectiva para os habitantes do mundo. Jesus orou para ser livrado da morte na cruz, mas resignou-Se a uma negativa de Deus – isto é, se Deus não pudesse livrá-Lo da cruz e salvar-nos ao mesmo tempo (Mt 26:39).
Haverá ocasiões em que Deus dirá “Não” em lugar de “Sim” ao responder aos nossos pedidos. Um garotinho orou pedindo que Deus fizesse de Jacksonville a capital da Flórida. Quando alguém lhe perguntou por que orava tão insistentemente, ele explicou: “Bem, foi essa a resposta que escrevi na minha prova hoje de manhã. ” Nessas ocasiões, a intervenção de Deus não seria prática nem sábia.
Às vezes nossas orações recebem resposta apenas depois de uma longa demora, pois Deus conduz os acontecimentos. Anos atrás, em Ohio, uma igrejinha tinha dificuldade para crescer. Surgiram facções. O pastor, desanimado, renunciou. Finalmente, ela fechou suas portas. A igreja morreu – com exceção de um homem que, paciente e persistentemente, fazia uma vigília de oração nos degraus da igreja toda quarta-feira à noite. As pessoas o consideravam tolo, mas ele perseverou em oração até que um homem lhe fez companhia, e depois uma pessoa após outra. Por fim, o grupo chamou um pastor e hoje essa igreja vive e ministra à comunidade. Quando oramos, Jesus responde.

H.M.S. Richards Jr

Comentários