Dê esperança aos outros

“Que, com a consolação que recebemos de Deus, possamos consolar os que estão passando por tribulação” (2 Coríntios 1:4).
O amor é rápido em dizer “tenho esperança em você”.
Você pode dizer essas palavras. Você é sobrevivente de uma inundação. Pela graça de Deus, você encontrou o caminho até a terra seca. Você sabe como é ver as águas baixarem. E, uma vez que sabe, uma vez que passou por um dilúvio e sobreviveu para contar, você está qualificado para dar esperança a outra pessoa.
O quê? Não consegue se lembrar de nenhuma inundação no seu passado? Deixe-me refrescar sua memória.
Lembra-se da torrente dos anos da adolescência? Aqueles foram tempos difíceis. Sim, você está pensando, mas você passou por eles. É exatamente isso que os adolescentes precisam ouvir de você.
O mesmo acontece com os casais jovens. Acontece em todo casamento. O rio de romance se transforma no rio da realidade e os dois ficam pensando se conseguirão sobreviver. Você pode lhes dizer que sim. Você já passou por isso.
Você é um sobrevivente do câncer? Alguém na clínica de oncologia precisa ouvir isso de você. Já sepultou um cônjuge e viver para sorrir outra vez? Então encontre a pessoa que ficou viúva recentemente e caminhe com ela. Você tem uma oportunidade – sim, de fato, uma obrigação – de dar esperança. (ML)
Vamos orar? “Senhor Jesus, amor e graça são tudo o que fazes. Que o Teu amor e a Tua graça sejam o que eu faço para os outros. Permita que eu veja a necessidade deles à luz da Tua provisão. Que eu ouça seus clamores por ajuda através do eco da Tua compaixão. Deixa-me ajudar a curar suas feridas através da Tua palavra poderosa. Em nome de Jesus, amém!”

Amilton Menezes

Comentários