Pular para o conteúdo principal

Cada Dia uma Nova História Inspiração Juvenil

Selvagens
Pois a lei inteira se resume em um mandamento só: "Ame os outros como você ama a você mesmo." Mas, se vocês agem como animais selvagens, ferindo e prejudicando uns aos outros, então cuidado para não acabarem se matando! Gálatas 5:14,15
Natália e Fran eram amigas inseparáveis. Faziam tudo juntas e conheciam todos os segredos uma da outra. Na escola, sentavam-se em cadeiras próximas e conversavam em todos os intervalos. Elaboravam trabalhos e estudavam para as provas sempre unidas. Nos fins de semana, combinavam atividades que pudessem realizar em conjunto.
Os colegas de escola se surpreenderam quando as amigas se desentenderam. No começo, elas apenas se ignoravam, fingindo que não se conheciam. Depois, Natália começou a espalhar algumas fofocas sobre Fran que, por sua vez, passou a revelar alguns detalhes da vida particular da ex-amiga. Os mexericos tomaram grande proporção, e as duas chegaram a discutir dentro da sala de aula. Nas redes sociais, as ofensas mútuas se tornaram destaque. Entretan­to, a grande surpresa aconteceu quando, no horário de saída da escola, Natália e Fran acabaram iniciando uma briga em frente ao colégio.
A garotada rodeou as duas enquanto muitos gritavam: "Briga! Briga! Briga!" A desordem teve fim apenas quando monitores intervieram. Quem foi a vencedora nessa história? Nenhuma delas, pois perderam a amizade, a honra e o bom senso. Perderam, principalmente, o amor fraterno que sentiam uma pela outra.
O humorista Adoniran Barbosa disse que "bom de briga é aquele que cai fora". Hoje podemos observar o comportamento selvagem de alguns jovens. Ofensas, apelidos, ameaças e agressões são muito comuns na escola. Além disso, o ambiente virtual está se tornando uma arena para a prática daquilo que vem sendo chamado de cyberbullying, o uso da tecnologia para apoiar compor­tamentos hostis entre pessoas ou grupos. Onde está o amor ao próximo? Onde estão a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade e o domínio próprio de Gálatas 5:22-23?
Não somos criaturas selvagens. Por isso, evite brigas e discussões.

Liberdade
Aqui a palavra "Senhor" quer dizer o Espírito. E onde o Espírito do Senhor está presente, aí existe liberdade. 2 Coríntios 3:17
Como você é antiquada, Sammy! - disse Nanda. - Toda a turma estará na festa.
- Você sabe que eu não gosto de festas assim...
- Você não curte nada. Vai ser legal! Você só precisa tomar alguma coisa para se soltar e ficar "louquinha" - Nanda deu uma gargalhada. - Terá muitos rapazes lá e, quem sabe, não achamos um namorado para você.
- E se eu a convidasse para conhecer uma turma especial, mas que não usa drogas ou bebidas? E se no lugar de uma festa nós fossemos a uma igreja?
- "Credo", Sammy! Lá vem você com essa conversa de igreja. Eu sou livre, amiga! Bebo, fumo e danço à vontade.
- Pois eu também sou livre - Sammy disse com convicção. - E aproveito minha liberdade indo à igreja e adorando a Deus.
- Isso é uma prisão - Nanda disse com desdém.
- Ah, você pode fazer o que quiser e eu não? Que estranho esse seu conceito de liberdade. Se você é livre para dizer "sim" para todas as coisas, eu também sou livre para dizer "não" para aquilo que vai contra meus princípios. Se você é livre para ir a uma balada, eu sou livre para ir à casa de Deus e louvá-Lo - Sammy fez uma pausa diante do silêncio da amiga, e, em seguida, perguntou: - Depois que termina sua festa, você se sente livre?
A amizade que tinham permitiu uma resposta sincera da colega:
- Não. Eu me sinto presa num ciclo de ansiedade. Num ciclo de busca por algo que me falta. Sinto falta de carinho e de amor de verdade.
- No fim da minha "festa" eu me sinto livre - disse Sammy. - E sinto que encontrei o que estava procurando.
Liberdade não é a desordem que vemos no mundo. Não é fazer tudo o que se quer, sem pensar nos resultados futuros. Ser livre é poder dizer "não" para aquilo que não convém. Está escrito em Tiago 1:25: "O evangelho é a lei perfeita que dá liberdade às pessoas. Se alguém examina bem essa lei e não a esquece, mas a põe em prática, Deus vai abençoar tudo o que essa pessoa fizer."
Desfrute da liberdade que existe em Cristo. Esse é o caminho da felicidade!

Fé abafada
Até quando este povo vai Me rejeitar? Até quando não vão crer em Mim, embora Eu tenha feito tantos milagres entre eles? Números 14:11
"Precisamos conversar!" dizia a mensagem de texto no celular de Sidnei. Fazia um mês que ele estava evitando seu amigo Hugo, pois sabia qual seria o assunto. Não tendo mais como fugir, Sidnei respondeu à mensagem dizendo que poderiam se encontrar na ciclovia do parque da cidade, onde costumavam fazer o circuito de bicicleta. Chegaram juntos ao local combinado e, antes de conver­sar, decidiram dar a volta completa no parque. Finalmente pararam em um dos bancos da via, apreciando o pôr do sol. Sidnei contou seu dilema para o amigo:
- Não consigo acreditar em um Deus pessoal, que ouve e atende às nossas orações. Orei durante um ano por uma promoção e, no lugar disso, fui demitido. Ou Deus não existe ou Ele está brincando comigo!
- Fico impressionado em ouvir um pensamento como esse vindo de uma pessoa como você - disse Hugo. - Então Deus só existe se atender a todos os seus pedidos? Ele só existe se todas as coisas derem certo em sua vida?
Sidnei não respondeu. Apenas tomou um longo gole de água. Depois de alguns segundos, tomou coragem e falou:
- A vida devia ser melhor para os que acreditam e oram a Deus - ele tentou argumentar. - Se Deus fosse real, eu creio que, com fé, poderíamos alcançar o que desejamos.
Hugo respondeu com contundência:
- Esse raciocínio é perigosíssimo! O que você diria aos discípulos que sofreram e morreram por pregar o evangelho? O que você diria aos mártires que foram mortos por falar a verdade? Como você se sente abandonando um Deus que o abençoa todos os dias e que, "sabe-se lá por qual motivo" não lhe atendeu um único pedido?
Sua fé já foi abalada porque algo ruim aconteceu? Você foi tentado a duvidar da existência de Deus depois de passar por uma situação difícil? As coisas nem sempre darão certo. Não deixe que circunstâncias negativas abalem sua con­fiança. Saiba que Deus existe, ainda que você esteja em meio à dor e mesmo que receba respostas negativas para seus pedidos. O Senhor o protege todos os dias.

A beleza das diferenças
Tudo o que Deus criou é bom, e, portanto, nada deve ser rejeitado, 1 Timóteo 4:4
Meu cabelo parece uma vassoura! - Yara reclamou enquanto se penteava. A mãe apenas riu e pegou a escova das mãos da filha.
- Seu cabelo é lindo - disse penteando-a.
- Claro que não! Ele é "armado". Todo dia de manhã, eu perco muito tempo para arrumá-lo. Por que ele não é liso igual ao da Amanda e brilhante como o da Tatiana?
- Isso é inveja, filha! - a mãe a advertiu. - Deus planejou o ser humano para ser diferente um do outro. Ele não nos fez para sermos como um caminhão de tijolos, todos iguais.
- Mas há algumas características que parecem ser mais bonitas ou mais admiradas - Yara falou, virando-se para ficar de frente para a mãe. - Os magrinhos, os de olhos claros, os que possuem dentes bonitos, os que não têm ne­nhum defeito físico, enfim, você sabe, não é mãe?
- E quem definiu esses conceitos de beleza? Você acha que foi Deus? - disse a mãe, enquanto procurava uma Bíblia no criado-mudo de Yara. Ela buscou Jó 33:6 e leu: "Para Deus você e eu somos iguais; eu também fui for­mado do barro."
Jesus não criou o ser humano para ser como uma peça única. Ele é o Oleiro que deu a cada um de nós formas perfeitas e distintas. Aliás, é justamente isso que diz Isaías 64:8: "Mas tu, ó Senhor Deus, és o nosso Pai; nós somos o barro, Tu és o oleiro, todos nós fomos feitos por Ti."
Não importa se você é gordo ou magro; alto ou baixo; rico ou pobre; branco, negro ou amarelo. Eu sou careca e tenho certeza de que sou muito especial para Deus. Nosso Criador não faz distinção a respeito de nossas características físi­cas, pois Ele não se importa com isso. Não coloque no coração o desejo de ser igual a qualquer outra pessoa. O poeta William Shakespeare disse certa vez; "Não é que você seja diferente, mas é que ninguém consegue ser igual a você." Você é único, e Deus o ama justamente por causa da sua singularidade.
Tudo o que Deus criou é bom, por isso, não rejeite a própria aparência.

Não quero saber!
No entanto, a Deus eles dizem: "Deixa-nos em paz; não queremos saber das Tuas leis." Jó 21:14
Jeferson olhou pela janela do quarto e ficou furioso quando viu Daniel no portão. Ultimamente, o amigo o incomodava com algumas conversas sobre Deus e religião e, certamente, era esse o motivo que o trazia até sua casa. Não tendo como fugir, Jeferson recebeu o amigo na sala e, antes que ele começasse a falar, disse-lhe:
- Meu amigo, eu gosto muito de você, mas não quero ouvir sua "conversa de crente" hoje. Eu sei que você está frequentando uma igreja e passou por algumas mudanças em sua vida, mas não quero falar sobre isso.
- Eu preciso compartilhar algumas verdades com você - Daniel insistiu.
- Por quê?
- Sinto que sou responsável por você. Nós íamos a festas juntos, e eu o coloquei em muitas confusões. Eu lhe apresentei as bebidas e as drogas. Graças a Deus consegui sair desse ciclo que certamente me destruiria. Jeferson, eu compartilhei muita coisas ruins com você; mas, agora, encontrei algo que tem valor eterno. Você precisa conhecer o que eu conheci.
- Fique em paz, você não precisa se sentir "responsável" por mim! - disse o amigo com certo desdém. Fico feliz pela sua mudança, mas não quero nada disso. Quero continuar com as baladas e as bebidas.
Daniel tentou argumentar, mas o amigo respondia com rispidez. Em outras oportunidades, tentou falar com Jeferson, mas ele era muito intolerante. Com o tempo, ele viu o amigo se afundar ainda mais nas drogas. No fim, restou a Daniel apenas orar em favor de Jeferson.
Desprezar os caminhos de Deus pode ser uma jornada sem volta. A Bíblia adverte que pecar contra o Espírito Santo é algo imperdoável. Em que consiste esse pecado? Consiste em rejeitar sistematicamente a voz de Deus. Quanto mais a pessoa se recusa a ouvir as advertências do Espírito, mais insensível ela fica à influência divina, até o momento em que o arrependimento se torna impossível.
Deus nos convida a abandonar o pecado e a seguir rumo ao Céu. Ele deseja que conheçamos o caminho da salvação. Não se faça de surdo para a voz do Senhor. Esteja disposto não somente a ouvir a Deus, mas a segui-Lo.


Cada Dia uma Nova História - Inspiração Juvenil - Denis Cruz
CPB -  Setembro
 

Comentários

Postagens mais antigas

Vivendo Seu Amor - Meditação da Mulher

Conexão viva com o Salvador Pois a sua ira só dura um instante, mas o Seu favor dura a vida toda; o choro pode persistir uma noite, mas de manhã irrompe a alegria. Salmo 30:5 Quais têm sido os pedidos que muitas de nós fazemos em oração? Uma viva ligação com nosso Salvador, certo? Fazemos isso ao adorar, louvar, orar, relacionar-nos e testemunhar, onde quer que estejamos. Com o que se parece essa viva ligação na vida cotidiana? Minha amiga me ajuda a entender melhor, pois ela procura viver cada momento em ligação com Cristo. Por exemplo, todos os dias, quando minha amiga vai para o chuveiro, ela usa esse tempo como oportunidade para cantar hinos que louvam e engrandecem o nome de Deus. Às vezes, ela compõe cânticos para glorificá-Lo. Certa vez, quando essa amiga olhou pela janela da cozinha, viu o formato de uma ovelha nas nuvens. Ela sentiu que aquilo era um lembrete de Deus para ela, de que o Cordeiro que foi "morto desde a criação do mundo" (Ap 13:8) está para voltar um dia,…

O Verdadeiro Tesouro Mateus 6: 19 a 21

Itamar de Paula Marques

19 - Não ajunteis para vós tesouros na terra, onde a traça e o caruncho os corroem e onde os ladrões arrombam e roubam. NÃO AJUNTEIS PARA VÓS TESOUROS - Literalmente: não sigais fazendo tesouros ou deixai de fazer tesouros. A acumulação de bens terrenos geralmente se deve ao desejo de ter segurança no futuro e reflete temor e incerteza. Jesus indica aos que querem ser cidadãos de seu reino que a posse de riquezas materiais é um motivo de ansiedade mais do que um meio de liberar-se dela. O cristão não se angustia pelas necessidades materiais da vida porque confia em que Deus as conhece e lhe dará o que lhe faça falta versos 31 a 34. Como destaca Paulo, isto não significa que o cristão será indolente ante suas próprias necessidades e as de sua família. Empenhai a vossa honra em levar vida tranqüila, ocupar-vos dos vossos negócios, e trabalhar com vossas mãos conforme as nossas diretrizes.I Tessalonicenses 4: 11; II Tessalonicenses 3: 10; I Timóteo 5: 8. Mateus 6: 1…

Aceite o perdão

Sublime Esperança

Sublime Esperança
A Bendita Esperança Vivamos, no presente século, sensata, justa e piedosamente. Tito 2:12

Somos exortados a viver sóbria, correta e piedosamente no mundo presente, e a esperar o glorioso aparecimento do grande Deus e Salvador Jesus Cristo. (...)

O tempo exato da segunda vinda de Cristo não nos é revelado. Jesus disse: "A respeito daquele dia e hora ninguém sabe" (Mt 24:36). Mas Ele também deixou sinais de Sua vinda, ao dizer: "Quando virdes todas estas coisas, sabei que está próximo, às portas" (v. 33). E disse-lhes que quando os sinais da Sua vinda surgissem, eles deviam exultar e erguer a cabeça, porque a redenção deles estaria próxima. Tendo em vista essas coisas, o apóstolo escreveu: "Mas vós, irmãos, não estais em trevas, para que esse dia como ladrão vos apanhe de surpresa; porquanto vós todos sois filhos da luz e filhos do dia" (1Ts 5:4, 5). Como não sabemos a hora da vinda de Cristo, precisamos viver sóbria e piedosamen…

Ciência e Religião

O benefício da dúvida
Deu no site da revista Ciência Hoje: “Karl Popper, um dos filósofos mais influentes do século passado, apontou para o fato de que, para ser validada, uma teoria científica deve necessariamente ser confrontada, desafiada, falseada. Dizia que, do contrário, a teoria poderia se tornar dogma – e qualquer dogma, para Popper, seria terrível para a ciência.” A matéria aponta, ainda, a coincidência entre o raciocínio de Popper e um texto publicado pelo jornal britânico The Guardian e repercute pesquisa realizada pela revista eletrônica Edge, que faz, todo ano, uma pergunta para centenas de especialistas de áreas distintas com o objetivo de colher tendências. A pergunta daquele ano foi: “Qual conceito científico poderia aprimorar a ferramenta cognitiva de uma pessoa?” “Artistas, cientistas e filósofos responderam à questão. Surpreendentemente, muitos deles destacaram a relevância dos erros, das incertezas e dúvidas para a ciência e ressaltaram a importância de…

Você passa tempo suficiente com a sua família?

A vida que vale a pena

Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância. João 10:10, ARA “A maneira como vivemos é mais importante do que quanto tempo vivemos.” Encontrei essa frase e a história abaixo no livro A Revolução do Espírito, que, entre outros relatos, retrata a vida de Svea Flood. Ela e o esposo, David, em 1921, deixaram a Suécia, depois de aceitar o chamado divino para serem missionários no Congo. Com outro casal de missionários, resolveram evangelizar uma região remota do país. Chegaram à vila de N’dolera, mas não foram aceitos ali, pois o chefe tribal acreditava que se permitisse a presença dos missionários, os deuses locais ficariam insatisfeitos e abandonariam a região. Mesmo com a recusa, resolveram não desistir e se estabeleceram em uma montanha próximo à tribo, onde construíram cabanas de barro enquanto oravam para terem oportunidade de evangelizar o lugar. Isolados na montanha, a única pessoa com quem podiam ter contato era um menino, que havia sido autorizado a visitá-…

Alimentação: O que é preciso entender sobre a dieta de Adão e Eva?

“E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento”. Gênesis 1:29
Já no primeiro capítulo da Bíblia, existe uma orientação sobre qual deveria ser a alimentação do ser humano. Mas é importante compreender quais alimentos faziam parte desta alimentação original. Toda erva que dê semente é uma expressão que faz referência aos cereais (arroz, trigo, aveia, milho, centeio e cevada) e às leguminosas (feijões, grão de bico, lentilha, ervilha, soja, tremoço e amendoim).
E toda árvore, em que há fruto e que dê semente é uma referência agora são as frutas e também as sementes oleaginosas (castanhas em geral). Isso vos será para mantimento, ou seja, essa era a alimentação original de Adão e Eva. Devemos lembrar que Deus sempre tem lições para nos ensinar por meio da sua palavra. No contexto em que Adão e Eva vivam no Éden, onde não havia morte essa deveria se…

A didática da repetição

“Quando, pois, deres esmola, não toques trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas, nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa” (Mateus 6:2).
Três vezes no capítulo 6 Jesus utiliza o mesmo padrão para atingir Seu objetivo. Ele sabia que a mente humana enfraquecida pelo pecado precisa ouvir as coisas mais de uma vez para assimilar uma lição. E Jesus é o mestre por excelência.
Repare no Seu estilo. Primeiro, Ele delineia o princípio geral no versículo inicial: Não pratique atos piedosos para ser visto pelos outros. Os que assim procedem não receberão outra recompensa a não ser sua própria atitude egocêntrica. Depois, Ele passa a ilustrar essa lição principal a respeito da esmola (versos 2 a 4), da oração (versos 5 e 6) e do jejum (versos 16 a 18).
Todas as três ilustrações seguem o mesmo padrão. Primeiro, vem a descrição da falsa forma de piedade, que se concentra na exibição pública da “santid…

Salmo 23

Eu sou o bom pastor. João 10:11 É impossível ler o versículo acima sem se lembrar do salmo mais famoso da Bíblia. O Salmo 23 está entre o 22 e o 24. Você deve estar pensando agora: “Mas isso é óbvio!” Sim, é óbvio; porém, há bastante informação nessa obviedade. O Salmo 22 é conhecido como o salmo da cruz. Nesse texto, o salmista retrata o sofrimento do Messias, e o primeiro verso dessa poesia foi citado pelo próprio Cristo em sua agonia no Calvário: “Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?” (Marcos 15:34). O Salmo 24, por sua vez, é tido como o salmo da glória. Nessa passagem belíssima, o Messias é exaltado e tem sua recepção nas cortes do Céu retratada. Assim, entre o salmo da cruz (22) e o salmo da glória (24), está o salmo do pastor (23). O que isso nos ensina? De certa forma, a sequência desses capítulos na Bíblia revela a trajetória de Jesus em sua missão de salvar a humanidade e pode indicar também como ocorre o processo de salvação na vida de cada um. Ning…