3 de setembro de 2015

O Amor Nunca Falha - O que é o amor? Quais os sintomas? Pergunto porque quero saber se o que sinto por uma garota é amor.

 O que é o amor? Quais os sintomas? Pergunto porque quero saber se o que sinto por uma garota é amor.

A seguir mencionarei algumas características do amor verdadeiro, de acordo com a Bíblia Sagrada.
“O amor é paciente, é bondoso; o amor não arde em ciúmes, não se orgulha, não é soberbo, não se porta com indecência, não busca seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal. Não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade; tudo tolera, tudo crê, tudo espera, tudo suporta” 1 Coríntios 13:4-7
“O Amor seja sem hipocrisia. Detestai o mal, apegando-vos ao bem.” Romanos 12:9
“No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor.” I João 4:18
Deus é amor.
“Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor.” I João 4:8
“E nós conhecemos e cremos no amor que Deus tem por nós. Deus é amor, e aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus, nele.” I João 4:16
O amor de Deus pela humanidade é o amor completo, incondicional.
O amor que une duas pessoas que planejam se casar dever ter um componente de atratividade física e sexual. Mas não deve ser apenas uma atração. Deve ser também uma escolha e um compromisso.
No Livro de Jaime Kemp, “Antes de Dizer Sim”, encontramos 10 diferenças entre amor e paixão:

PAIXÂO:
1- A paixão romântica pode surgir diferente, como o raio corta o céu.
2- A paixão romântica acontece por você achar alguém o máximo, sem, no entanto, conhecer suas qualidades ou defeitos.
3- A paixão, na verdade, vê a outra pessoa como um meio de se conseguir alguma coisa: segurança, carinho, sexo, etc
4- É possível apaixonar-se por duas ou mais pessoas ao mesmo tempo
5- Uma pessoa apaixonada “vive nas nuvens”, fora da realidade
6- Para o apaixonado, o visual da outra pessoa é fundamental
7- A paixão aprecia estar com a outra pessoa pela excitação sexual que ela provoca
8- Uma pessoa apaixonada usa “máscaras” para agradar sempre e não decepcionar o outro
9- As afinidades nem sempre são fortes e definitivas. A atração é mais física do que emocional e intelectual
10- Os pais acham que, antes de pensar em algo mais sério, é preciso dar mais tempo


AMOR:
1- O amor cresce devagar, como uma árvore
2- O amor continua crescendo mesmo depois de perceber que a outra pessoa dá “suas mancadas”
3- O amor está interessado no bem-estar e felicidade da outra pessoa
4- O amor se dedica exclusivamente a uma só pessoa
5- O amor sonha, mas sem exageros. Sabe equilibrar os sonhos com a realidade
6- Para quem ama, o relacionamento total é mais importante do que a atração física
7- O amor gosta de estar com a outra pessoa por amizade, companheirismo, carinho.
8- O amor é o que é. Não tem medo de mostrar falhas e virtudes
9- Há muita afinidade. Interesses, alvos, valores, atividades, ou mesmo só uma boa conversa
10- Os pais apreciam a pessoa com quem se está namorando e incentivam para que se conheçam melhor.

Cânticos dos Cânticos 8:7 “As muitas águas não poderiam apagar o amor, nem os rios, afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens da sua casa pelo amor, seria de todo desprezado. ”
Se o amor que você sente é este, então vá em frente. Ore mas deixe tudo nas mãos de Deus para que seja feita a vontade dEle, pois Ele é fiel e quer o melhor para você!
Um grande Abraço
Deus te abençoe e te ajude! 

Fonte: http://biblia.com.br/perguntas-biblicas



O amor jamais acaba. 1 Coríntios 13:8

A sala do júri estava quase vazia. O réu, ainda na adolescência, ouvia calado a descrição de seu crime.

Um dia seu pai havia chegado bêbado em casa e espancara a esposa até ela cair inconsciente, atravessada na cama. Depois ele fora cambaleando para a cozinha, onde o rapaz se encontrava sentado à mesa. O jovem pegou a faca que estava sobre a mesa, segurou-a na direção por onde seu pai passaria, e deixou que ele fosse perfurado pela faca. O homem morreu instantaneamente.

– Culpado – admitiu o rapaz, ouvindo a seguir a sentença proferida pelo juiz: Prisão perpétua.

De algum ponto da sala do júri, uma voz clara chamou:

– Meritíssimo, posso dirigir-me aos jurados?

O rapaz virou-se e viu um homem vestido de batina preta com um colarinho clerical, em pé no corredor. O homem era o padre Flanagan, fundador da Cidade dos Meninos, um refúgio para meninos sem lar e delinquentes juvenis.

– Pois não, padre Flanagan.

– Vim aqui por causa desse rapaz. Gostaria de levá-lo.

– É inútil – disse o juiz, balançando a cabeça. – Ele é mau. Não há nada que o senhor possa fazer por ele.

– Não existe alguém que se possa chamar de menino mau – respondeu o sacerdote.

– O senhor não teria coragem de deixar um garoto como esse aí solto na Cidade dos Meninos – continuou o juiz. – Ele é assassino.

– Já tive outros antes – disse Flanagan. – Assassinos, assaltantes de banco, ladrões de carro, arrombadores, prostitutas, arruaceiros – o nome que quiser dar, Meritíssimo. Já tivemos outros.

– Mas vocês não têm problemas com eles? – quis saber o juiz.

– Ah, nada grave – respondeu o sacerdote. – Dos milhares de jovens que vêm até nós, nem um só envolveu-se outra vez em problemas com a lei. Muitos deles concluíram cursos e conseguiram bons empregos. Alguns são profissionais. Muitos são pais agora, cidadãos respeitáveis. Creio que podemos ajudar esse rapaz.

– Qual é seu segredo?

– Não há segredo – respondeu o padre. – Simplesmente dou aos meninos algo que antes não chegaram a conhecer bem.

– E o que é isso? – perguntou o incrédulo juiz.

– Amor.


Escolhendo Amigos

O amor é cheio de surpresas. Pode transformar a pessoa menos promissora em alguém de valor. Pode enxergar a possibilidade de amizade nas pessoas mais improváveis. (Inspiração Juvenil)

Nenhum comentário:

Postar um comentário