10 de setembro de 2015

O Revolucionário

“Jesus respondeu: ‘Vocês são escravos do pecado, todos vocês.  E os escravos não têm direitos, mas o Filho tem todos os direitos que existem! Portanto, se o Filho os libertar, vocês serão livres de verdade’” (João 8:34-36, A Bíblia Viva).
Anos atrás, um Jovem revolucionário começou um movimento de libertação. Jesus veio de uma cidade insignificante, mas Seu ensino era novo e radical – contradizia a filosofia aceita na época. Ele chegava até a estimular as pessoas a perdoarem aos que as haviam prejudicado. “Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem” (Mt 5:44). Isso é contrário à natureza humana!
Esse Revolucionário singular não atacava o sistema político ou social do Seu tempo. Em vez de tirar as pessoas das favelas, Ele trabalhava constantemente para tirar as favelas de dentro das pessoas. Ele libertava as pessoas do pecado! E ainda faz isso hoje. Ouça a Sua instrução: “Vocês são escravos do pecado, todos vocês.  E os escravos não têm direitos, mas o Filho tem todos os direitos que existem! Portanto, se o Filho os libertar, vocês serão livres de verdade.”
Outro membro do movimento de libertação cristã expressou-se desta maneira: “Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão” (Gl 5:1).
Você já foi libertado da escravidão do pecado? Está experimentando neste momento o perdão e a liberdade? Um dia, Konrad Schuman, sargento da Alemanha Oriental que guardava o Muro de Berlim, afastou-se repentinamente do grupo dos guardas comunistas. Com uma submetralhadora na mão, Schuman saltou por sobre os rolos de arame farpado para a liberdade em Berlim Ocidental. Ao arrancar seu uniforme comunista, exclamou: “Graças a Deus! Estou livre!”
Quando nos tornamos membros do movimento cristão de libertação, livramo-nos de nosso manto de justiça própria e ele passa a ser substituído pelo manto da justiça de Cristo – Cristo vivendo Sua vida em nós. Isso nos dá liberdade, a liberdade pela qual nosso coração tem clamado. Arthur Moore certa vez disse que em todos os corações humanos há uma cruz e um trono. Se as pessoas ocupam o trono, colocarão a Cristo na cruz. Mas se elas se pregam na cruz, colocarão a Jesus no trono. Um verdadeiro revolucionário se executará na cruz e entronizará a Cristo no coração.

H.M.S.  Richards Jr

Nenhum comentário:

Postar um comentário