Quando você se sente oprimido

“Eu descerei e falarei com você; e tirarei do Espírito que está sobre você e o porei sobre eles.  Eles o ajudarão na árdua responsabilidade de conduzir o povo, de modo que você não tenha que assumir tudo sozinho” (Números 11:17).
Alguém já lhe pediu para aceitar uma tarefa que você sabia ser grande ou difícil demais e que não envolvia nenhum tipo de recompensa tangível? Talvez um serviço voluntário na igreja ou em sua comunidade, ou talvez tenha precisado criar o filho de alguém.
A tarefa, que pode ser opressiva, fica mais difícil quando aqueles a quem você está servindo parecem não apreciar seus esforços. Em troca do sacrifício, você recebe egoísmo, e seu zelo é recebido com protestos. Em momentos assim você pode sentir-se tentado a dizer ao Senhor o mesmo que Moisés: “Por que trouxeste este mal sobre o teu servo? […] Não posso levar todo esse povo sozinho; essa responsabilidade é grande demais para mim” (Nm 11:11,14).
Os israelitas estavam chafurdando na escuridão da amargura, lançando a culpa sobre Deus e seu líder escolhido. Em lugar de ver a mão de Deus agindo, eles culparam Moisés e o Senhor por tudo o que os decepcionava. Assim, o sofrimento deles prolongou-se.
Há uma diferença crucial entre a queixa dos israelitas no deserto e os lamentos de Moisés. O povo reclamava entre si, mas Moisés levou os problemas para quem podia fazer algo: Deus.
Como resultado, Deus prometeu enviar novos líderes que o ajudariam a carregar o fardo.
Quando se sentir oprimido, não hesite em levar suas inquietações a Deus. Ele prometeu que você não teria de carrega-las sozinho.
Ore comigo, agora: “Deus, entrego a Ti as áreas da minha vida que são pesadas e desanimadoras. Peço perdão pelas vezes em que tentei lidar com a situação com minhas próprias forças. Peço que tomes cada fardo e me capacites a vencer toda situação desafiadora. Em nome de Jesus, amém!

Stormie Omartian

Comentários