Escolha o brinquedo certo para seu filho - Dez Regras Fáceis de Como Criar um Delinquente

O dia das crianças se aproxima e uma das preocupações dos pais é como agradar os filhos nesta data. Que presente dar? Que tipo de brinquedo? Ouça a coluna “É seu direito” desta semana e descubra por que é importante escolher o presente certo para cada idade.
 O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) reuniu alguns cuidados que pais e responsáveis precisam ter para presentear as crianças com segurança. Confira:
1 – O selo de identificação ou certificação do Inmetro deve ser checado antes de adquirir o produto. A presença do selo mostra que o brinquedo passou pelos requisitos mínimos de segurança estabelecidos.
2  – Para evitar riscos de contaminação, não compre brinquedos no comércio informal. A maioria desses produtos é irregular ou falsificado e pode conter substâncias tóxicas na composição. O acidente pode ocorrer até pela criança molhar um brinquedo que não pode ir à água, pois libera alguma substância tóxica.
3 – Sempre exija a nota fiscal do estabelecimento em que adquiriu o presente para que haja responsabilidade social em caso de eventuais acidentes ou defeitos no produto. Denúncias sobre irregularidades nos brinquedos devem ser reportadas ao Procon e órgãos delegados do Inmetro. No caso de acidentes consulte um médico imediatamente.
4  – Os pais e responsáveis devem atentar à faixa etária que o brinquedo é recomendado. O gerente de informação. É preciso cuidado redobrado se há crianças em casa com faixas etárias diferentes. No geral, as crianças podem estar envolvidas com crianças de outras idades e, nessa troca de brinquedos, uma de dois anos, por exemplo, pode colocar um sapatinho de boneca no nariz ou no ouvido.

5  – Brinquedos com pontas ou extremidades cortantes e partes ou peças pequenas devem ser evitados, pois a facilidade de desprender alguma peça do produto é grande. Acidentes como asfixia, inalação e ferimentos podem ser evitados ao optar brinquedos com a faixa etária recomendada e sem essas características.
6 – Os pais devem abrir os brinquedos junto com as crianças, pois muitos têm embalagens com plástico rígido, grampos e arames que podem provocar eventuais acidentes.
7 – Para a segurança da criança, os pais ou responsáveis devem ler o manual de instrução do brinquedo adquirido para saber o funcionamento correto. O manual de brinquedos elétricos ou eletrônicos deve ser lido com atenção redobrada.
8 – Brinquedos pintados podem ser perigosos para crianças, pois há risco de intoxicação. Compre apenas produtos de boa procedência para evitar adquirir um produto que tenha sido pintado com material tóxico e cause algum tipo de acidente. Os pais ou responsáveis por crianças pequenas precisam ter atenção especial com a tinta dos brinquedos, pois geralmente elas costumam colocar as peças na boca.

Dez Regras Fáceis de Como Criar um Delinquente

 

1. Comece na infância a dar ao seu filho tudo o que ele quiser. Assim, quando crescer, ele acreditará que o mundo tem obrigação de lhe dar tudo o que ele deseja.
2. Quando ele disser nomes feios, ache graça. Isso o fará considerar-se interessante.
3. Nunca lhe dê qualquer orientação religiosa. Espere até que ele chegue aos 21 anos, e “decida por si mesmo”.
4. Apanhe tudo o que ele deixar jogado: livros, sapatos, roupas. Faça tudo para ele, para que aprenda a jogar sobre os outros toda a responsabilidade.
5. Discuta com frequência na presença dele. Assim não ficará muito chocado quando o lar se desfizer mais tarde.
6. Dê-lhe todo o dinheiro que ele quiser.
7. Satisfaça todos os seus desejos de comida, bebida e conforto. Negar pode acarretar frustrações prejudiciais.
8. Tome partido dele contra vizinhos, professores, policiais (Todos têm má vontade para com o seu filho).
9. Quando ele se meter em alguma encrenca séria, dê esta desculpa: Nunca consegui dominá-lo.
10. Prepare-se para uma vida de desgosto.
Já dizia o sábio Salomão: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele”. Provérbios 22:6
 


Comentários