O cristão no século 21

SATISFAÇÃO x SANTIDADE

Ivair Augusto

“Mas, agora, libertados do pecado e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna” Romanos 6:22. A experiência progressiva do cristão é expressa nestas palavras de Paulo. Depois de aceitarmos a Jesus, abandonarmos o pecado, nossa relação com Deus nos conduz a Santificação e a Vida Eterna!

Uma idéia errônea de santificação é que seria a ausência de pecado, ou isenção de falhas. De acordo com os melhores dicionários bíblicos, santificar quer dizer ´separar´. Quando fomos libertados do pecado, fomos separados para Deus. A vida do cristão deve ser de distinção ou separação do mundo. Os frutos da santificação são aqueles produzidos pelo Deus Espírito que nos fazem distintos daqueles que vivem para o mundo.

“Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação...”1 Ts 4:3. A vontade de Deus implica em estarmos permitindo que sua imagem e semelhança seja reproduzida novamente em nosso corpo. Como percebemos o mundo possui muitos mecanismos de nos tornar vinculados a ele; a nossa própria fisiologia é alterada, nossa genética é comprometida, mas Deus nos chama a estarmos separados do mundo e apresentarmos nosso corpo para a justiça e não o pecado. “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis o vosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” Romanos 12:1 e 2.

É nossa comunhão diária com Deus, o contato com a Palavra e a obediência a seus conselhos, que nos farão felizes, saudáveis e herdeiros da vida Eterna. Deus está querendo nos levar a esse ponto a cada dia, mas o inimigo de nossas almas quer reproduzir em nós o seu caráter rebelde. Seja através de atividades corriqueiras, no trabalho, no entretenimento ou nos relacionamentos, a batalha por nossas almas está sendo travada em terrenos que envolvem nossa mente e nosso corpo.

“Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens, ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, justa e piamente, aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo” Tito 2:11 e 12. Temos uma parte a realizar na Salvação que Deus já iniciou em nossas vidas; precisamos renunciar os desejos que estão dentro de nosso próprio corpo, e que nos arrastam para a satisfação nas coisas do mundo. Esta é uma luta que teremos de travar até que Jesus apareça e nos livre deste mundo.

Mas não somos deixados sozinhos a lutar contra os desejos da carne. Jesus nos promete o Consolador, para transformar esses desejos em virtudes. O Espírito Santo é prometido para aqueles que decidirem ser guiados por Ele – “Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça. E, se o Espírito daquele que dos mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dos mortos ressuscitou a Cristo também vivificará o vosso corpo mortal, pelo seu Espírito que em vós habita... porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis” Romanos 8:9 a 11 e 13.

É o meu desejo que as considerações feitas sob a ótica da ciência e luz da Palavra sejam úteis aos que como eu, vivem neste novo século de desafios. Que seja neste século a nossa experiência de santificação e não a busca da satisfação de desejos e prazeres, e por fim a grande realização de vermos o nosso Senhor Jesus pessoalmente!
“Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor...” Hebreus 12:14.

Comentários