Buscar a Excelência

Assim, também vós, como desejais dons espirituais, procurai sobejar neles, para edificação da igreja. I Cor. 14:12.

Seja o jovem ensinado, desde a infância, que não há excelência sem grande esforço. Não adiantarão as aspirações por superioridade. Jovens amigos, não se pode atingir ao topo da montanha ficando parado e desejando estar lá. Só podeis conseguir vosso objetivo, dando um passo a cada vez, avançando, devagar, talvez, mas conservando cada passo dado adiante. Será o obreiro enérgico, perseverante, que escalará os Alpes. Cada jovem deve desenvolver o máximo de seus talentos, aproveitando ao máximo suas oportunidades presentes. Aqueles que assim fizerem, poderão alcançar quase qualquer altura nas realizações morais e intelectuais. Precisa, porém, possuir espírito bravo e resoluto. Ele precisará            fechar os ouvidos à voz do prazer; precisa muitas vezes recusar-se às solicitações dos jovens companheiros. Precisa estar continuamente em guarda, não seja ele desviado de seu desígnio. ...

Deixai um campo inculto, e ele produzirá cardos e espinhos. Nunca vereis uma bela flor ou um arbusto escolhido a brotarem por entre as feias e venenosas ervas daninhas. A sarça inútil crescerá luxuriante sem que se lhe dêem atenções ou cuidados, ao passo que as plantas de valor pelo uso ou beleza, exigem cuidadosa cultura. O mesmo acontece com a nossa juventude. Uma vez que queiram formar bons hábitos, e estabelecer princípios retos, há diligente trabalho a fazer. Se os hábitos errôneos devem ser corrigidos, é necessário diligência e perseverança na execução dessa tarefa. ... É muito mais fácil ceder às más influências do que resistir-lhes. Review and Herald, 13 de setembro de 1881.

A menos que eles sintam a importância de realizar o aperfeiçoamento essencial em seu caráter a fim de serem dia a dia homens melhores, habilitando-se assim a fazer face às responsabilidades que sobre eles pesam, encontrar-se-ão do lado dos que perdem. General Conference Bulletin, 1891.

Comentários