4 de dezembro de 2015

Poder na fraqueza

Mas Ele me disse: “Minha graça é suficiente para você, pois o Meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.” 2 Coríntios 12:9
Havia sido uma disputa extenuante, e eu e meus clientes, que haviam depositado tanta confiança em mim, tínhamos perdido uma rodada importante. Sentada no carro, do lado de fora do tribunal, fiz uma oração silenciosa pedindo a orientação do Espírito Santo, enquanto abria a Bíblia ao acaso. Meus olhos caíram sobre as palavras do verso bíblico acima.
Então o Teu poder deve ser grande, pensei, pois nunca me senti tão fraca! No dia anterior, eu havia recebido a informação de que minha petição relativa a um julgamento sumário fora negada. Agora eu me enchia de apreensão, enquanto imaginava o advogado da parte contrária se regozijando com a desgraça alheia. Ele será ainda mais irritante que de costume. Que faço agora? Isso resultará num processo demorado que representará uma dificuldade para os meus clientes, tanto financeira quanto emocionalmente.
Com relutância, encaminhei-me lentamente para a sala do fórum, onde o caso fora marcado como audiência. Nem o advogado nem a parte contrária haviam chegado. Sentando-me num banco, fechei os olhos e orei: “Confio em Ti, Senhor. Não sei como vais fazê-lo, mas confio em Ti.”
O advogado da parte contrária e os meus clientes chegaram. Um funcionário nos conduziu para a conferência com o juiz. Agora vai começar, pensei. O advogado vai me ridicularizar por eu ter perdido, e o juiz tentará pressionar por um acordo menos vantajoso do que meus clientes merecem. Como eu temia isso!
O juiz nos cumprimentou e começou. “Examinei esta questão e vocês dois devem ser capazes de chegar a um acordo que satisfaça a todos. Ceder um pouco é tudo de que vocês precisam.” Nem uma palavra sobre a petição negada de julgamento sumário. Nem uma palavra!
O juiz saiu da sala e o advogado contrário falou. “Estou cansado desse caso. Eu poderia aproveitar o dinheiro que um processo geraria, mas meu cliente não é razoável. Quero encerrar este caso logo que seja possível.” Ele, então, propôs um valor moderado para o acordo.
Em silêncio, agradeci a Deus e a negociação continuou. A proposta foi aceita por meus clientes e se chegou a um acordo. Executado e encerrado!
O poder de Deus fora aperfeiçoado na minha fraqueza! Ele já havia providenciado tudo, antes mesmo que eu chegasse à sala de audiências. Assim como os pais terrestres se alegram quando os filhos confiam em seu conselho, Deus também Se alegra quando acreditamos que Ele cumprirá Suas promessas.

Meditação da mulher

Nenhum comentário:

Postar um comentário