Totalmente AMÁVEL: Meditação da Mulher

Espírito Mau Expulso
E ali estava uma mulher que tinha um espírito que a mantinha doente havia dezoito anos. Ela andava encurvada e de forma alguma podia endireitar-se. [...] Jesus [...] lhe disse: "Mulher, você está livre da sua doença". Então lhe impôs as mãos; e imediatamente ela se endireitou, e louvava a Deus. Lucas 13:11-13
Alguém na minha classe de estudo da Bíblia fez as seguintes perguntas: "O que é o espírito de um homem? Quando Jesus expulsou um espírito mau, do que Ele livrou as pessoas?"
"Acho que é da atitude delas", expliquei. "Eu tinha um pensamento pré-concebido a vida inteira e, de repente, Jesus muda essa maneira de pensar e estou curada. Sinto-me libertada daquele espírito mau que estava me oprimindo!"
Posteriormente pensei em um exemplo. Quando bem jovem, comecei a inconscientemente achar que era minha responsabilidade manter o Universo unido - manter o controle de tudo. Quando eu tinha 4 meses, meu pai foi convocado para o exército, então fui deixada para "tomar conta" da minha mãe. Quando minhas irmãs gêmeas nasceram, minha mãe precisou de muita ajuda. Quando meus pais se uniram à igreja, surgiram mais normas para satisfazer. Entrar na escola acrescentou mais pessoas pelas quais eu me sentia responsável em manter na linha. Dois irmãos se uniram à família quando eu era adolescente, então cuidei deles também. O nível de estresse aumentou à medida que todos eles cresceram e se tornaram mais difíceis de controlar. Algumas vezes me sentia zangada pela falta de cooperação deles; sempre tinha medo. Essa parecia ser minha atribuição na vida e eu estava fracassando. Todas essas pessoas me ofendiam com tudo o que eu tentava fazer por elas, por isso eu tentava ainda mais.
Então me casei com alguém que precisava muito ser "cuidado", logo que ele era "tão irresponsável" espiritualmente. Quando nossas duas filhas nasceram, por um tempo, pareceu que eu tinha sucesso com elas, mas então elas se tornaram adolescentes e me dei conta de que eu estava fracassando miseravelmente. Eu não sabia a razão, pois estava dando duro, orando muito, e estudando pra valer.
Finalmente, uma situação crítica nos forçou a buscar aconselhamento. A princípio, eu via como uma nova maneira de colocar as coisas sob controle, mas, finalmente, aprendi a verdade - eu só podia controlar a mim mesma, e isso era tudo o que Deus estava pedindo. Que alívio! Aprendi a recitar a oração: "Deus, concede-me serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar e coragem para mudar as coisas que posso [eu]."
Meu médico disse no último exame que minhas costas estão mais eretas.
Lana Fletcher

Meu Amor Pela Comida
Também nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança. Romanos 5:3
Quando eu tinha 17 anos, decidi, em um desjejum de férias com amigos, que me tornaria vegana. Os omeletes e copos de leite em cima da mesa naquela manhã deixaram de ser atrativos para mim. Contudo, até meus 20 anos eu não sabia que tinha intolerância a certos alimentos. Por causa de algum alimento, minha pele nunca parecia limpar completamente. Eu sabia que não era mais hormonal, então tinha que ser alguma outra coisa.
Alergias alimentícias e intolerâncias não eram tão conhecidas ainda, mas minha mãe descobriu um artigo sobre alergias do glúten. O pensamento de deixar as massas (meu grupo alimentar favorito - especialmente em padarias) estava fora de questão! Seria devastador! Mas minha busca por uma pele mais sadia acabou prevalecendo quando comecei um programa de desintoxicação de seis semanas que envolvia lutar contra os meus desejos e resistir às tentações. Ao fim de minha desintoxicação, minha pele estava novinha em folha. Nos anos seguintes, descobri que eu tinha intolerâncias menores a amendoim, mel e chocolate - e uma alergia severa a manga - para somar à lista. Minhas opções de comida foram diminuindo e relutantemente aprendi a arte do domínio próprio.
Preparar comidas saborosas ainda representa um grande desafio para mim. Tenho tido mais perdas do que sucessos. Felizmente, meu marido aprendeu a sorrir em cada experimento. E minhas opções estão se expandindo enquanto mais pessoas descobrem problemas semelhantes - e compartilham soluções funcionais. Minhas restrições alimentares parecem nunca ter fim. Preciso comer quase tudo livre de glúten e apreciar minha fruta separada dos outros grupos de alimentos. E quando estou viajando ou em uma turnê, que desafio!
No entanto, tenho descoberto que todos nós temos desafios. Ninguém está livre de problemas. Por fim, todos temos algo com o que lidar, seja direta ou indiretamente, em algum ponto da vida. É assim a vida aqui na Terra em um ambiente permeado pelo pecado. De alguma maneira, esse conhecimento me ajuda a colocar as coisas em perspectiva. Não posso sentir pena de mim mesma, porque existem outros que têm problemas ainda piores. Nem posso me sentir orgulhosa porque conheço a minha realidade.
Além disso, meus desafios me tornam mais atenciosa para com os outros, mais grata por minhas bênçãos e mais desejosa de viver - e comer - no Céu. Que benefícios seus desafios podem trazer para você?
Naomir Striemer

Algo Bonito
Tudo fez Deus formoso no seu devido tempo. Eclesiastes 3: 11, ARA
Eu estava olhando o que poderia me interessar em uma venda de coisas usadas, quando algo único chamou minha atenção. Era uma mesa de jardim, feita de várias peças de vidro quebrado. Não estava à venda, mas me apaixonei pela maneira como as cores absorviam a luz do sol. Elas brilhavam e cintilavam como eu nunca havia visto antes. Ao examinar a mesa, percebi que todas as peças de vidro eram muito semelhantes e tinham que ter vindo da mesma peça ou jogo. Aproximei-me do dono, e ele me contou a história dessa mesa.
A vó de Austin tinha um vaso bonito bem grande que ela havia comprado em uma visita à Europa. Ela amava o vaso e por muitos anos o havia enchido com grandes buquês. Um dia, quando Austin era jovem, ele acidentalmente bateu no vaso e ele se quebrou. A avó ficou muito triste. Não querendo jogar os pedaços no lixo, o avô juntou-os na esperança de colá-los um dia. Infelizmente, ele não conseguiu. Então ele teve uma ideia brilhante. Levou os pedaços para o terraço e começou a martelar as peças grandes, tornando-as menores. Pegou uma mesa que estava sem utilidade por anos e começou a colar os pedaços do vaso no tampo da mesa. Ele transformou tanto o vaso quebrado quanto a desprezada mesa naquela peça única de beleza. Austin disse que ele mantém a mesa por todos estes anos para lembrá-lo de que, quando as coisas parecem quebradas, sem conserto, ou desgastadas além do uso, ainda podem ser transformadas em algo belo.
Tenho pensado nas partes quebradas da minha vida, nas esperanças esmagadas e nas oportunidades perdidas, tudo aparentemente sem conserto. Mas eu conheço o Artista Mestre que trabalha com coisas que parecem inúteis e que consegue transformá-las em delicadas e belas obras de arte. Sua promessa é reparar, restaurar ou transformar enquanto você espera. Sua obra é impecável e Sua promessa é apoiada por uma garantia além de comparação. O que você tem ganhado se não algo lindo em troca?
Artista Mestre, eu O louvo por ver a totalidade em minha vida, não apenas o que ela é, mas o que pode ser.
Twinkle Guimaraes
Deus Me Levou Para Perto DEle
"Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês", diz o Senhor, "planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro." Jeremias 29:11
Até meus 14 anos de idade, vivi em três orfanatos búlgaros. O Senhor me atraiu para perto dEle antes de eu O conhecer. Em 1996, mudei-me para um lar infantil com 100 crianças, próximo a Lukovit, uma cidade montanhosa perto da Romênia. Um menino que era aleijado e só conseguia se movimentar com dificuldade era amado pelas pessoas que cuidavam de nós e pelas crianças porque ele era muito amoroso e sempre estava sorrindo.
Quando ele tinha 8 anos e eu 11, ele foi levado ao hospital, mas logo morreu. Tudo o que eu conhecia sobre a morte era por intermédio da TV. O menino foi a primeira pessoa que eu conhecia que tinha morrido. Fiquei muito triste e tinha perguntas sem respostas. Na pequena cerimônia fúnebre realizada para ele, alguns dos meus amigos riram. Senti-me mal, mas ri também. "Rosalina, não ria; isso é sério!" a monitora me repreendeu.
Achei que eu tinha feito uma coisa terrível para o menino e queria compensar isso. Não sabia onde ele estava, mas não conseguia dormir, então comecei a falar com ele em meus pensamentos. Disse-lhe que sentia muito. Cada noite eu lhe dizia o que havia acontecido naquele dia e, às vezes, cantava em búlgaro.
Falei com ele até a Páscoa, quando vi um filme na TV sobre Jesus. Contava como Ele veio para nos salvar e que Ele voltaria. Não compreendi muito da­quilo, mas lembrei-me de Seus amigos orando depois que Ele havia voltado para o Céu. Então tentei falar com o Senhor e pedi-Lhe que tomasse conta do meu amigo - e de mim também.
Algumas vezes uma família vinha adotar crianças, então eu orava para que alguém me levasse e me ensinasse sobre Deus. Dois anos depois, um casal americano veio para me encontrar! Passamos uma semana maravilhosa juntos e, quando eles partiram, disseram-me que voltariam. Eu não sabia se eles viriam mesmo, mas recebi uma foto da casa deles com uma chave colada nela. Quando meus amigos a viram, disseram, "Agora você tem um lar e uma família", e eu tive!
O Senhor respondeu às minhas orações e cumpriu Sua promessa de "dar-me esperança e um futuro". Descobri que meu amiguinho estava dor­mindo, e assim como eu costumava falar com ele, eu podia orar ou cantar ao meu Pai. Às vezes penso que o Senhor aprecia uma canção, então canto para Ele. Meu coração ficou repleto de amor por Deus, então em 2006 fui batizada. Agradeço a Deus por me ensinar Sua verdade e por me abençoar.

Relembrando Nomes
Os que conhecem o Teu nome confiam em Ti, pois Tu, Senhor, jamais abandonas os que Te buscam. Salmo 9:10
Um dia, enquanto eu estava no supermercado, antes de ser atendida, dei uma olhada no crachá da moça que trabalhava na caixa registradora. Quando chegou minha vez, comecei a conversar animadamente com ela, mencionando o nome dela como se eu realmente a conhecesse! Espantada e atordoada, ela ficou parada, tentando desesperadamente descobrir como nos conhecíamos! Quando eu lhe disse que, na verdade, ela não me conhecia, a moça ficou muito aliviada. Honestamente, já passei por situações em que senti esse senso de perplexidade quando eu deveria saber o nome de alguém. Sempre fico surpresa com aquelas pessoas que podem não ter me visto por anos, mas ainda assim me cumprimentam calorosamente mencionando meu nome quando me encontram. Eu me retraio, tentando lembrar o nome delas. Para meu desespero, não tenho o dom de lembrar bem os nomes. Algumas vezes, queria usar um pequeno pin que dissesse: "Por favor, lembre-me do seu nome e como eu conheço você."
Mas existe alguém que nunca esquece meu nome. É meu inimigo. Oh, ele conhece meu nome, estuda meus defeitos, vê os meus pecados e não esquece. Ele fala com Deus a meu respeito. A Bíblia diz que ele é meu acusador. Imagino que ele diga algo assim: "Você vê a DeeAnn? Você sabe que fracasso ela é para Você! Ela diz que O serve, mas olhe isso, isso e isso!" Então ele continua a me acusar diante de meu Deus, mostrando todas as maneiras pelas quais tenho, de fato, fracassado. Inclino minha cabeça, envergonhada e me sentindo condenada. Ele está certo, afinal de contas, e não há dúvida sobre isso - não me confundiu com outra pessoa. Ele se lembra do meu nome.
Mas ele é interrompido em suas acusações por uma mão estendida. Naquela mão está o meu nome! "Eu conheço DeeAnn muito bem", diz meu Amigo. "Vê isto? Eu tenho o nome dela gravado na Minha mão! Ela é Minha filha querida, o tesouro do Meu coração, Minha princesa perdoada. E você pode ir embora, Satanás, porque não tenho ideia do que você está falando!" Sim! Ele Se lembra do meu nome! Mas maravilha das maravilhas, Ele Se esquece dos pecados que Lhe pedi para perdoar. Ele diz: "Sou Eu, Eu mesmo, Aquele que apaga suas transgressões, por amor de Mim, e que não Se lembra mais de seus pecados" (Is 43:25).
Eu queria ter melhor memória para me lembrar dos nomes. Apesar disso, o único nome que preciso me lembrar é o de Jesus, meu Redentor, Salvador e Amigo. E você? Jesus sabe seu nome.
DeeAnn Bragaw

A Beleza de Jesus
Entretanto, busquem com dedicação os melhores dons. 1 Coríntios 12:31
Meu hino favorito quando criança era "Que a Beleza de Jesus Seja Vista em Mim". Frequentemente canto esta canção como adulta, mas agora canto com mais compreensão e significado. Na verdade, essa música se tornou minha oração porque compreendo que a beleza de Jesus é uma coisa maravilhosa - algo pelo que vale a pena viver. Oh, como anseio ser como Jesus e irradiar Sua beleza! Tenho tentado ser como Jesus, mas não tenho sido coerente. Pareço ser como Ele quando as coisas estão indo bem. No entanto, quando me sinto oprimida, diferente da rosa que perfuma o ar ao ser esmagada, não sou nem um pouco parecida com Jesus! Mas o que é a beleza de Jesus? Como posso obtê-la e como essa beleza pode ser vista em mim?
Jesus é totalmente amável; nEle não existe escuridão, pois Ele é a luz do mundo. Quando considero outros atributos do meu Salvador, eles revelam que Ele é, de fato, amoroso: Jesus é repleto de compaixão, misericórdia, perdão, bondade, amor, submissão. Ele é Maravilhoso Conselheiro, Prín­cipe da Paz, Fiel, Vida Eterna, Amante de minha alma, Cordeiro de Deus, Redentor, o Bom Pastor, o Pão da Vida, Água Viva, a Estrela Brilhante da Manhã, o Lírio do Vale, a Rosa de Sarom, o Amigo dos Pecadores, o Salvador do Mundo e muito mais!
A Bíblia é repleta de referências à beleza em santidade. A beleza é san­tidade e a santidade é beleza. Não existe beleza verdadeira fora de Jesus, que é a essência da santidade. Para mim, no entanto, parece que os dois são inseparáveis. Aqui estão algumas referências bíblicas: 1 Crônicas 16:29: "Deem ao Senhor a glória devida ao Seu nome. Tragam ofertas e venham à Sua presença. Adorem o Senhor no esplendor [beleza] da Sua santidade." Salmo 96:9: "Adorem ao Senhor no esplendor da Sua santidade; tremam diante dEle todos os habitantes da Terra." Salmo 110:3: "Quando convocares as tuas tropas, o teu povo se apresentará voluntariamente. Trajando vestes santas, desde o romper da alvorada os teus jovens virão como o orvalho."
Jesus é santo e justo. Isso significa que Ele não conhece pecado, Ele é perfeito. O pecado é escuro, mau e feio; é o oposto direto de Jesus. Mas todos podem ser como Jesus. Começa com um desejo e é seguido por uma súplica. Jesus prometeu nos escutar quando clamarmos. Ele está a apenas uma oração de distância. E, quando possuirmos a beleza de Jesus, aqueles que vivem, trabalham e interagem conosco reconhecerão isso pelas palavras que falamos e por nossas ações.
Jacqueline Hope HoShing - Clarke

Pode Acontecer Comigo
Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal. Mateus 6:34
O terremoto e tsunami que abalaram o Japão em 2011 e a devastação resultante trouxeram forçosamente à minha mente a realidade de que a vida é, de fato, muito frágil. Milhares de pessoas em Sendai e arredores estavam a caminho de suas atividades normais. Ninguém esperava um terremoto de magnitude 9.0, nem um tsunami que invadiria a terra até nove quilômetros. Mas foi exatamente isso que aconteceu. As pessoas e suas propriedades foram varridas em um instante. E como se isso não fosse problema suficiente, seguiu-se o vazamento de radiação da usina nuclear danificada.
Ao refletir sobre esses eventos, sou levada a ponderar sobre minha própria vida e o fato de que ela pode mudar drasticamente e tão subitamente como aconteceu com as pessoas que sobreviveram aos terremotos na China, Chile, Nova Zelândia, Haiti e outros lugares. A realidade é que se eu sobreviver a um desastre natural de grande magnitude, posso virar mendiga. Mas por que eu deveria me preocupar com isso? Em Mateus 6:34 somos lembrados de lidar com os assuntos de hoje, não com os de amanhã.
Se Deus Se importa com os pássaros, as plantas, os animais, Ele tomará conta de nós à Sua própria maneira. E se um desastre surgir em meu caminho e eu perder todas as minhas possessões materiais e mesmo minha vida? Contanto que eu esteja nas mãos de Deus, estou segura. A história de Jó é uma inspiração real para as pessoas que perderam tudo. Jó não somente foi privado de sua riqueza material, mas seu corpo foi atormentado com dor; e seus filhos, o orgulho e a alegria do seu coração, deixaram de existir em um instante. Ele estava de fato sozinho, exceto por sua esposa, que não foi conforto para ele em sua hora de necessidade.
A Bíblia não diz que Jó perdeu sua casa terrestre, mas quando alguém perde tudo o que tem, ele pode sentir-se como um sem-teto. Tudo o que ele valoriza e tudo o que significa segurança se desvanece. Mas, apesar de suas perdas, Jó não perdeu a fé. Ele confiou em Deus porque sabia que Deus conhecia o que era melhor para ele. Foi por isso que ele pôde dizer: "Embora Ele me mate, ainda assim esperarei nEle" (Jó 13:15).
Então, e daí se eu me tornar alguém sem posses? Deus está preparando um lar para você e para mim. Em João 14:2 e 3 Jesus nos garante: "Na casa de Meu Pai há muitos aposentos; se não fosse assim, Eu lhes teria dito. Vou preparar-lhes lugar. E se Eu for e lhes preparar lugar, voltarei e os levarei para Mim, para que vocês estejam onde Eu estiver."
Carol Joy Fider

O Caminho Errado
Há caminho que parece reto ao homem, mas no final conduz à morte. Provérbios 16:25
Faz aproximadamente dois anos que a pista em que fazemos nosso trajeto de ida e volta está em obras. Meu esposo tem vigiado de perto cada desenvolvimento, cada progresso e curva da nova estrutura rodoviária. Ele se orgulha de ler as indicações, desvendar como ficará a obra concluída e ele é impressionantemente preciso.
Por essa razão, fiquei estupefata quando ele me disse que embora os sinais de alerta ainda estivessem no lugar, ele havia, em plena luz do dia, se desviado do caminho e tomado outra estrada que está em construção e que não está liberada para o tráfego de automóveis. Certamente esse homem que havia estudado as mudanças e conhecia a estrada tão bem não podia ter feito isso. Porém, ele não estava sozinho. Ele disse que era o quinto motorista de uma fila que havia tomado a mesma decisão estúpida de seguir o carro à frente em um caminho perigoso.
Embora os motoristas logo tenham percebido o erro, não era possível apenas fazer um retorno e voltar para o caminho certo. Para encontrar um retorno, a pequena caravana tinha que atravessar um longo trecho de uma estrada acidentada, não pavimentada, cheia de obstáculos de construção, equipamentos e veículos a fim de retornar à estrada certa. Imagine o susto e desespero dos engenheiros civis e trabalhadores da construção quando viram a situação. O que pareceria algo insignificante, se avaliado de maneira mais criteriosa, poderia ocasionar problemas maiores, além de oferecer sérios riscos para os motoristas.
Essa pequena história tem muitas correlações com nossa jornada espiritual. As duas mais óbvias são (1) os perigos de seguir os outros cegamente, e (2) a tragédia de levar outros a se desviarem. Conhecemos os marcos para a vida cristã e a jornada deste mundo para o Céu e a nova Terra. Ainda assim, muito frequentemente somos atraídos para fora do curso por seguir as tendências e modismos da sociedade. E talvez ainda pior, podemos estar fazendo com que outras pessoas se desviem. Eu me encolhi quando meu marido disse que o motorista que conduziu os outros para fora da estrada certa era uma mulher. Quantas vezes nós, minhas irmãs, nos desviamos dos planos de Deus para nossa vida e, ao fazer isso, atraímos outros para caminhos perigosos? Permaneçamos, pela graça de Deus, vigilantes todo o tempo, convidando outros a nos seguirem enquanto nós seguimos Jesus.
Ella Louisse Smith Simmons

Tragam Seus Dízimos...
Reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas. Provérbios 3:6
Levar meu dízimo à casa do tesouro - isso é realmente o que eu pretendia fazer; quero dizer, devolver meu dízimo. Mas alguma vez você já teve um daqueles dias quando nada que você fez deu certo e você teve que fazer tudo pelo menos duas vezes de novo? Era assim que meu dia estava sendo - uma semana desses dias, para dizer a verdade.
Eu tinha mudado recentemente de Chehalis, Washington, para Novo México, a fim de ajudar minha irmã. Tendo ido à igreja local algumas vezes, eu havia apanhado alguns envelopes de dízimo. Eu estava devolvendo o dízimo em minha igreja de Chehalis e me dei conta de que eu não tinha um envelope da igreja de lá para usar. Então, ingenuamente, usei o envelope de dízimo do Novo México para colocar o cheque para a sede da igreja na área de Washington. Deixei-o de lado enquanto pagava minhas contas mensais.
Eu estava distraída e, quando me dei conta, já era hora do carteiro passar. Coloquei tudo dentro dos respectivos envelopes e entreguei para o carteiro. Para minha surpresa, quando procurei o envelope de dízimo, ele não estava lá. Evidentemente eu o havia colocado no correio junto com as outras correspondências. Ainda bem que os envelopes de dízimo têm o endereço da sede da igreja local neles.
Primeiramente, liguei para o correio local da minha região para ver se o carteiro havia encontrado o envelope. Mas não, eles não conseguiam rastreá-lo porque tudo era enviado para a estação principal para seleção. Então liguei para a secretária do tesoureiro da igreja do Novo México para alertá-los a respeito do envelope pequeno; ela sugeriu que eu cancelasse o cheque e enviasse outro. Eu o fiz. Ela também disse que se o cheque aparecesse, o despacharia para Chehalis.
Uma semana de muita oração depois, a querida mulher me ligou e disse que havia recebido o envelope e despachado-o para a outra igreja. Ficamos todos maravilhados que um item tão pequeno tenha ido pelo sistema postal para uma cidade tão grande e ninguém o houvesse aberto.
Temos um Deus maravilhoso, que está tão interessado em nossa ocupada vida diária que Ele vigia por nós, e não duvido que Ele ria conosco das coisas bobas que acontecem - só para nos ver sorrir.
Georgia Lee Andersosn

Totalmente AMÁVEL

Meditação da Mulher - Janeiro de 2016

 

Comentários