Totalmente AMÁVEL - Meditação da Mulher

Olhando Para o Alvo
Esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossiga para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus. Filipenses 3:13, 14
Quando éramos crianças, gostávamos de traçar linhas na neve com pauzinhos. Às vezes competíamos para ver quem podia traçar a linha mais reta. Dois meninos decidiram traçar uma linha em direção a uma determinada árvore, seu alvo. Os dois começaram e logo alcançaram o alvo. Após olharem para trás para as linhas, um dos meninos perguntou por que a linha do seu amigo era muito mais reta que a dele. A resposta foi: "Fiquei olhando para a árvore como meu alvo e não olhei para outro lugar." O outro menino tinha olhado para trás algumas vezes e perdido de vista o alvo.
O apóstolo Paulo escreveu algo semelhante em Filipenses, o verso de hoje. "Avançando para as [coisas] que estão adiante, prossigo para o alvo." Ele tinha um alvo a alcançar, seu chamado celestial, a vida eterna que Deus concede por meio de Jesus Cristo.
O versículo 12 desse mesmo capítulo diz que Paulo não era perfeito, mas Jesus cuidou dele em Seu amor e o perdoou. É por isso que ele sempre queria olhar para Jesus, fazer Sua vontade, e segui-Lo fielmente. Se quisermos alcançar nosso alvo com Deus, precisamos olhar adiante. Olhar para trás não é bom; parar também não. Jesus vai diante de nós no caminho da nossa vida; Ele forma o caminho com Suas pegadas, e tudo o que precisamos fazer é segui-Lo.
No entanto, em nossa jornada espiritual é bom parar de vez em quando e olhar para trás para considerar o que Deus tem feito por nós e como Ele tem nos abençoado. De fato, não temos nada a temer quanto ao nosso futuro quando analisamos e recordamos como o próprio Deus nos conduziu em nossa caminhada com Ele. Quando fazemos isso, devemos esquecer tudo o que atrapalha nosso progresso em direção ao alvo.
Isaías refletiu essa mesma ideia quando escreveu, "conduzirei os cegos por caminhos que eles não conheceram, por veredas desconhecidas Eu os guiarei: transformarei as trevas em luz diante deles e tornarei retos os lugares acidentados. Essas são as coisas que farei; não os abandonarei" (Is 42:16). Verdadeiramente, somente Deus pode conduzir para o alvo que vale a pena.
Nossos alvos variam de acordo com nossa idade. Mas é sempre bom nos esforçarmos para alcançar alvos elevados. O alvo mais elevado de um cristão deveria ser o desejo de estar reunido com nosso Pai um dia no Céu. Esse é um alvo digno pelo qual viver, e urgente.
Kathi Heise

A Cesta de Frutas
Nenhum ramo pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Vocês também não podem dar fruto, se não permanecerem em Mim. João 15:4
Quando eu era jovem, vivíamos em um prédio de apartamentos em Nova York. A irmã do meu pai, tia Frances, e a família dela, viviam no mesmo edifício. Depois da escola, com frequência eu pedia permissão à minha mãe para visitar a tia Frances. Era muito gostoso conversar com ela, e ela sempre me dava leite e biscoitos para comer enquanto eu a observava trabalhar. Acho que eu gostava de ir lá porque não precisava dividi-la com meus irmãos. Ela era sempre minha enquanto eu permanecesse lá.
Tia Frances tinha uma cesta de frutas de plástico que ficava em sua mesa. Elas pareciam tão reais que era impossível dizer que não eram de verdade só olhando para elas. Minha tia tirava o pó das frutas enquanto falávamos sobre meu dia na escola. Eu podia lhe perguntar qualquer coisa e ela sempre tinha uma resposta. Eu achava que ela era a mulher mais esperta do mundo.
Um dia eu estava indo visitar a tia Frances quando encontrei minha amiga Mercedes na escadaria e ela perguntou onde eu estava indo. Quando eu lhe disse que estava a caminho do apartamento da tia Frances, ela perguntou se poderia ir junto. Decidi que poderia dividir tia Frances daquela vez. Apresentei Mercedes à minha tia, e ela nos convidou para entrar e nos ofereceu biscoitos e leite.
Sentamos à mesa da cozinha e esperamos por nossas guloseimas. De repente, Mercedes esticou o braço e agarrou uma maçã vermelha bonita e brilhante da cesta enquanto perguntava à tia Frances se podia comer uma. Antes de esperar pela resposta, ela tentou morder a maçã! Imagine a cena. Nós rimos muito e depois nos deliciamos com os biscoitos e o leite enquanto estávamos com tia Frances. De seu vasto estoque de sabedoria, ela tirou uma lição objetiva para nós.
Ela comparou a fruta falsa, que parecia tão real, às pessoas que dizem ser cristãs. Elas até parecem cristãs, mas na verdade são falsas, imitações. Não possuem ligação real com Deus. Ela salientou a importância de sermos genuínos e nos levou a refletir sobre como ser um cristão real. Como o apóstolo João diz em 1 João 5:2: "Assim sabemos que amamos os filhos de Deus: amando a Deus e obedecendo aos Seus mandamentos." Em outras palavras, sendo como Jesus. Decidi, naquele dia, que eu queria viver como uma cristã genuína. Você já tomou essa decisão em sua vida? Essa é a melhor escolha!
Célia Mejia Cruz

Quão Frio?
Devido ao aumento da maldade, o amor de muitos esfriará, mas aquele que perseverar até o fim será salvo. E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim. Mateus 24:12-14
O termômetro registrava 37 graus abaixo de zero numa manhã de janeiro no noroeste de Minnesota. A temperatura não estava somente muito baixa, mas um forte vento soprava, tornando o frio ainda pior. Muito frio para alguém ficar ao ar livre e sobreviver.
Certamente, alguém poderia pensar, os animais e pássaros pereceriam em tais temperaturas. No entanto, o Senhor proveu a vida selvagem com um senso interno de como se proteger durante tais temperaturas extremas.
Os pássaros procuram uma área abrigada e afofam suas penas, provendo-se um bom casaco natural para aquecê-los. Os animais também buscam abrigo e dependem do crescimento extra de pelos para mantê-los aquecidos. Quando os animais são alimentados adequadamente, conseguem sobreviver a temperaturas frias extremas. A neve pesada pode até mesmo cobrir alguns dos animais pequenos e eles ficam confortáveis dentro desse cobertor até as próximas mudanças climáticas. Então, sacodem a neve e emergem famintos e prontos para retomar suas rotinas costumeiras.
Os humanos têm lares aquecidos, e se forem cuidadosos ao permanecer em áreas seguras, também sobreviverão muito bem ao tempo do inverno. Até mesmo nossos carros são abastecidos com o óleo certo e anticongelante nos radiadores para que funcionem no frio. Se você alguma vez já viu um carro com um cabo elétrico pendurado na grade da frente, sabe que esse carro está preparado para o clima frio. Carros equipados com aquecedores que facilitam dar a partida são comuns no norte dos Estados Unidos.
Como seres humanos, não temos aquecedores elétricos para esquentar nosso coração e manter o amor ardendo. Em vez disso, se escolhemos, somos abençoados com o brilho interior do amor de nosso Salvador. Quando temos Seu amor, somos privilegiados para sair e compartilhá-lo com o mundo.
Nem todos são pregadores que conseguem fazer sermões eloquentes para convencer as pessoas, mas todos podem compartilhar o amor de Deus com os outros. Nosso próprio semblante mostrará que temos Jesus dentro do nosso coração e na mente. Seu amor será demonstrado por meio de nossas ações e palavras de bondade e amor. O Seu amor pode brilhar por meio de nós para aquecer o coração dos outros.
Evelyn Glass

Última Chamada de Embarque
Prepare-se para encontrar-se com o seu Deus. Amós 4:12
Os viajantes sabem que é preciso fazer alguns preparativos antes de partir. Reservamos passagens em outubro para viajar em janeiro. Imediatamente analisei o que precisava ser feito e comecei: contabilidade - feito; costura - feito. Enquanto o tempo diminuía, a lista aumentava. Separei alguns itens em minha lista para colocar na mala, mas na última noite antes da partida, precisei ficar acordada a noite toda, deixando tudo empacotado e pronto.
No aeroporto, as passagens são impressas, a bagagem conferida, passa-se pela segurança e, finalmente, no portão, há a espera para embarcar no avião. Na hora do embarque, os passageiros são chamados por fileiras e, então, vem a "chamada final". Quando a tripulação está satisfeita, pois todos já estão no avião, fecham-se as portas e geralmente não há meios para um retardatário convencê-los a abrir a porta para entrar.
Em breve, a "chamada final" para deixar o planeta Terra será feita. Estou pronta? Você está? Empacotamos nosso caráter com coisas que Deus quer em Seu reino? A lista de Deus começa em Gálatas 5:22: amor, alegria, paz, paciência, mansidão, bondade, fé, submissão, temperança. Estamos pedindo diariamente a Deus por experiências que criem e fortaleçam essas virtudes em nós? Ele nos diz em Filipenses 4:8 para pensar em coisas que são verdadeiras, honestas, justas, puras, amáveis e de boa fama. Como mudamos nossos pensamentos para os que Ele deseja que tenhamos? Começa-se passando tempo de qualidade com Ele a cada manhã, escutando Sua voz vinda das páginas da Bíblia e falando com Ele por meio da oração, e então fazendo coisas com Ele durante todo o dia.
Em alguns lugares, as mulheres não podem ler ou ter Bíblias, mas todos podemos orar, pedindo a Deus que nos conduza - e a elas - em Seus caminhos. Onde vivo, temos Bíblias espalhadas pela casa; mas não temos tempo para lê-las porque estamos sendo induzidos pela sociedade a trabalhar mais, a ter mais. Enquanto o tempo voa, cada vez me dou mais conta de que ter coisas não é nem de perto tão importante como ter as virtudes que Deus deseja. Você pode encontrar o restante da lista de Deus para a bagagem celestial em Efésios 5:9; 1 Timóteo 6:11; 2 Timóteo 3:10; 2 Pedro 1:5 a 7; Romanos 5:4 e 5; Colossenses 3:1 a 17; e 1 Coríntios 13.
Estamos fazendo as malas? Estamos nos dando conta de quão rapidamente o tempo está passando? Gosto do coro da canção "Eu Quero Estar Pronto" quando Jesus voltar. "Prazeres terrestres se ofuscam mais enquanto estou esperando por Ele", e tenho descoberto que isso é muito verdadeiro. O Céu precisa ser nosso alvo; não perca a "última chamada".
Elizabeth Versteegh Odiyar

Quanto Mais Velha Fico
Para que todo o que nEle crer tenha a vida eterna. João 3:15
"Quanto mais velha fico"; engraçado como essas palavras têm saído de meus lábios mais naturalmente desde meu último aniversário. No entanto, ao estudar e relacionar a Bíblia à minha própria vida, percebo que levou esse tempo para Deus me fazer chegar onde Ele quer. Posso ser uma mulher teimosa e controladora - e cabeça-dura, para começar.
Quando tinha 30 anos, fazendo o trabalho de relações públicas para a igreja e ocupada com uma carreira no maior hospital do meu estado, eu era ousada e corajosa. Dizia para todos os meus conhecidos que amava a Deus e havia aceitado a Jesus como meu Salvador. Mas houve ocasiões em que, para ter coisas importantes realizadas, eu fui forte em minhas exigências. Minha chefe dizia que se ela queria algo feito, me colocaria naquele departamento. E eu insistia em ser do meu jeito, porque era importante; não pediria se não fosse necessário.
Então, durante um telefonema para a manutenção a respeito de algo muito importante que eles precisavam fazer, ouvi a voz da secretária falhar. "Você está bem?" Ela respondeu que estava resfriada; mas eu conhecia aquele som. Ela estava com medo de mim. E eu achava que, sendo ousada, "corajosa e mandona", era a mulher que faria qualquer coisa por um membro da família ou amigo em necessidade.
Então, com um empurrãozinho do Senhor, rapidamente andei até o escritório onde essa mulher estava trabalhando. Ela me cumprimentou com um sorriso forçado. Olhos vermelhos e os lenços de papel delatores foram empurrados para o lado. O Espírito Santo enterneceu meu coração, quebrando-o primeiro. Essa mulher era minha irmã e eu tinha escolhido tratá-la com desrespeito. Com desculpas e uma melhor compreensão de quão rude e grosseira eu havia sido, pedi perdão e fiz uma nova amiga. Minha vida mudou naquele dia no escritório da manutenção na presença de uma mulher que eu havia maltratado.
Enquanto lia Mateus 17, vi que os discípulos não puderam curar uma criança endemoninhada (v. 14-21). Jesus voltou-Se do filho daquele homem para os homens com quem Ele convivia e lhes disse que Ele havia estado com eles por tanto tempo e ainda eram descrentes.
Agora que sou mais velha e tenho experimentado aquele mesmo abuso do outro lado, minha compaixão cresceu. Sempre orando para que meu espírito esteja mais em sintonia com o Espírito de Deus, peço a Jesus que fique mais perto de mim do que uma segunda pele, com esperança de que em um futuro próximo viverei com Ele para sempre.
Sally J. Aken - Linke

Aventura na Itália
Em seu coração o homem planeja o seu caminho, mas o Senhor determina os seus passos. Provérbios 16:9
Há muitos anos, estudei francês no Colégio Adventista de Salève em Collonges, França. Cinco de nós, estudantes, queríamos visitar a Itália durante nossas primeiras férias escolares, então planejamos um roteiro.
No dia da nossa viagem, chegamos com bastante antecedência à estação de trem mais próxima em Genebra, Suíça. Um membro do nosso grupo, Maurice, decidiu que queria tomar o desjejum. O trem ainda não havia chegado, então ele achou que tinha bastante tempo. Nós não estávamos familiarizados com o sistema de trens europeus, então não tínhamos conhecimento de que os trens que chegavam permaneciam na estação por somente alguns minutos antes de partirem novamente. Quando o trem parou, nós embarcamos e guardamos um lugar para Maurice. Imagine nossa preocupação quando, somente três minutos depois, o trem partiu sem Maurice! Nenhum de nós tinha telefones celulares e Maurice não sabia onde eram nossas acomodações em Roma. Nós achamos que ele simplesmente voltaria para a escola. Dois dias depois, estávamos saboreando uma pizza na famosa Fonte de Trevi, e quem apareceu? O Maurice! Ele havia apanhado o trem seguinte para Roma e começou a procurar por nós. Ficamos tão felizes por estarmos juntos de novo!
Veneza era a próxima cidade em nosso itinerário. Nós havíamos reservado as passagens de trem, mas como Maurice não estava conosco, ele não tinha passagem e nosso trem estava cheio. Felizmente, ele conseguiu tomar outro trem para Veneza apenas alguns minutos depois do nosso. Quando chegamos a Veneza, descobrimos que havia duas estações principais de trem, e o trem dele havia ido para a outra. Felizmente encontramos Maurice dentro de uma hora!
Conseguimos ficar juntos em Veneza e então em Florença. Mas quando voltamos a Genebra, Maurice insistiu em pegar um ônibus diferente de volta para a França. Nós lhe dissemos que aquele ônibus ia para outra cidade e que ele esperasse uns poucos minutos a fim de pegar o ônibus para Collonges conosco. Ainda assim, ele pegou o ônibus errado e chegou na escola muitas horas depois de nós.
Quantas vezes somos como Maurice? Nós vagueamos sem nos importar em pedir a Deus Sua direção? Ou estamos aparentemente conectados com Deus, mas insistimos em fazer as coisas à nossa própria maneira? Felizmente nosso Pai está sempre disponível, esperando que submetamos nossa vida a Ele. O Senhor sempre nos conduzirá no caminho certo. Você não quer pedir que Ele dirija seus passos hoje?
Amanda N. Gaspard

Futuro e Esperança
"Porque sou Eu que conheço os planos que tenho parta vocês", diz o Senhor, "planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro". Jeremias 29:11
Esta é uma promessa na qual acreditamos. Deus tem planos. Um futuro para nós. Um futuro cheio de esperança e coisas boas. Acreditamos, mas às vezes começamos a nos questionar. Duvidar de que Seus planos sejam bons. Às vezes a vida é dura. Câncer. Problemas financeiros. Divórcio. Um filho que se afasta de Deus. Um marido que não nos ama mais. Um trabalho que nos deixa sobrecarregadas e que faz com que nos sintamos sem valor. Onde, então, estão a esperança e os planos bons que Deus promete?
Esquecemos que a promessa de Jeremias 29:11 foi escrita aos israelitas quando eles estavam no cativeiro na Babilônia. Um cativeiro que Deus havia permitido (v. 4). Eles eram escravos. A vida era dura. Estavam longe de onde queriam estar. Não era essa a vida que eles desejavam. Então Deus enviou uma carta por meio de Jeremias, prometendo-lhes um futuro e uma esperanccedil;a. Mas o futuro e a esperança não eram para aquele momento. Eram para o futuro. Setenta anos no futuro. Um longo tempo para esperar! Enquanto isso, Deus lhes disse que vivessem onde estavam. Não apenas suportar. Viver. "Construam casas e habitem nelas; plantem jardins e comam de seus frutos" (v. 5). Eles deveriam desfrutar da companhia de seus filhos e netos - tudo enquanto estavam em cativeiro. Deviam "buscar a prosperidade da cidade" onde estavam cativos. Viver naquela paz. Orar por ela sem escutar as mentiras ou acreditar em seus próprios sonhos de uma vida melhor (cf. v. 8). Viver, sem reclamar naqueles tempos difíceis, como se lá fosse onde eles deveriam estar... e confiar que Deus tinha algo melhor a caminho.
Muito frequentemente não gosto de viver em cativeiro - seja um trabalho difícil, um relacionamento fracassado ou momentos de expectativas frustradas. Realmente não quero plantar um jardim. Ou construir uma casa como se fosse ficar presa a este lugar por muito tempo. Quero que a vida seja fácil e boa. E quero agora.
Mas quando confio nEle - quando oro por um coração tranquilo quando a vida não é tranquila - Ele responde. Revela Seu amor. Sussurra palavras de esperança. Coragem. Envia um amigo com uma xícara de chá, um ouvido que escuta, uma palavra encorajadora. Um amigo que diz: "Você não é louca. Continue. Você vai conseguir." Sinto Seu amor. Novamente busco Aquele que promete que nós O encontraremos (v. 14). Mesmo quando nos sentimos... cativos. E, finalmente, Ele nos libertará desses momentos difíceis - ou anos. Mas, por agora, sabemos que Ele não nos esqueceu ou nos abandonou. Podemos viver aqui porque Ele está aqui.
Tamyra Horst

Totalmente AMÁVEL

Meditação da Mulher - Janeiro de 2016

 

Comentários