16 de maio de 2016

ESCOLHA A VERDADE!

O lábio veraz permanece para sempre, mas a língua mentirosa apenas um momento. Prov 12:19

A dona de casa entrou no açougue e pediu um frango de dois quilos. O açougueiro tirou o último frango que lhe restava, e disse: “Este é o último frango mas infelizmente só pesa um quilo e novecentos. Acho que cem gramas não faz muita diferença, faz?”
“Que pena – respondeu a dona de casa – quero preparar uma receita especial e o frango tem que pesar exatamente dois quilos, terei que ir a outro açougue.” – Não, Não – interrompeu o açougueiro – agora lembrei; tenho mais um frango na outra geladeira, espere só um minuto.” Levou o frango para dentro e retornou com o mesmo frango. Colocou-o na balança e com esperteza disse: “Aqui está, exatamente dois quilos.” –“ Obrigada! –  disse a senhora, estou tão agradecida ao senhor que decidi levar os dois frangos!”
A mentira não vai longe. Dá a impressão que resolve o problema, mas é como um ‘band-aid’ colocado sobre a ferida purulenta, mais cedo ou mais tarde, a verdade se revela, como um furacão que arrasa tudo o que a mentira constrói.
Existem mentiras que inventamos para os outros e mentiras que fabricamos para nós mesmos. Ambas são irmãs siamesas. Acabamos acreditando em nossas próprias mentiras. Somos vítimas de nossas palavras. Ninguém coloca a faca em nossas costas. Somos nós que a cravamos no próprio peito.
A boca fala o que o coração vive. A palavra expressa o que a mente pensa. Se a mentira é como a teia de aranha que vai enrolando a pobre vítima até sufocá-la, então a mente e o coração do mentiroso é uma teia de confusão onde a penumbra reina. Ele não sabe se é dia ou noite, se vai ou se vem, se vive ou morre.
Quando o ser humano abre o coração a Jesus, o Salvador ilumina os rincões mais escuros da alma. Chega a transparência, a vida desabrocha, brilha o coração e os olhos se incendeiam com a luz da autenticidade.
Não fuja de Jesus. Fugir dele é fugir da verdade e perde-se na escuridão e nas trevas da mentira. Faça deste dia um dia de reencontro com Jesus, com a verdade e com a justiça. Comece a iluminar em casa, na escola, no trabalho ou por onde for hoje, porque: “o lábio veraz permanece para sempre, mas a língua mentirosa, apenas um momento.”
Alejandro Bullón

Nenhum comentário:

Postar um comentário