26 de setembro de 2016

DEUS SE IMPORTA COM VOCÊ

Por que razão despreza o ímpio a Deus? E diz no seu íntimo: Não te importas? Sal. 10:13

Um amigo biólogo, professor universitário e formado pela Universidade de Harward, disse-me: “Quanto mais observo e estudo a natureza, considero que não existe razão para duvidar  da existência de Deus.” Por que motivo então, há pessoas que não acreditam em Deus?
A história tem mostrado que a única razão para rejeitar a existência divina é a rebeldia natural do ser humano. A natureza pecaminosa não aceita voluntariamente nenhum tipo de autoridade. Por que haveria de submeter-se a um Deus que não se pode ver nem tocar?
O verso de hoje fala do ímpio. Ele acha que Deus não se importa com as coisas que acontecem neste mundo. Ele pensa que nunca terá que prestar contas da vida que recebeu e desperdiçou. A palavra hebraica para ímpio é beliyâal que significa mau, perverso, mas que também significa morte. Isto é espantoso! Ser mau, escolher o caminho da perversidade já implica escolher o caminho da morte.
Quase no fim do Século IXX nasceu na Europa um homem chamado Friedrich Nietzsche, filho e descendente de ministros evangélicos. Seu pai morreu quando ele ainda era jovem. Aos doze anos, ele se rebelou abertamente contra a fé da família. Com blasfêmia redefiniu a Trindade como Deus o pai, Deus o filho e Deus o diabo. Sua filosofia de vida foi terrível tanto para ele quanto para a sociedade. Um dos seus livros “O Poder da Vontade” influenciou muito na maneira de pensar de Hittler.
Nietzsche ensinou que o cristianismo é um dos piores flagelos do mundo e proclamou a todo pulmão: “Deus está morto!  Deus está morto! Deus está morto!”   Evidentemente Nietzsche foi um homem ímpio, um Beliyâal e sua própria rebeldia  determinou sua  morte. Morreu louco. Na sua sepultura alguém escreveu o seguinte: “Deus está morto!” (assinado) Nietzshe.  “Nietzsche está morto” (assinado) Deus.
Deus sempre tem a última palavra. Ele existe. É eterno e está por cima da incredulidade humana. Esse Deus maravilhoso está hoje desejoso de participar na sua vida. Ele Se interessa por você, por seus filhos, por seu casamento, por sua vida profissional e financeira. Está ai, perto de você pronto para ouvi-lo e socorrê-lo. “Por que razão despreza o ímpio a Deus? E diz no seu íntimo: Não te importas?”
Alejandro Bullón



COMO O MONTE SIÃO

Os que confiam no Senhor, são como o Monte Sião, que não se abala, firme para sempre. Sal 125:1

Montes são símbolos de permanência. Se você vê hoje uma árvore e retornar ao mesmo lugar depois de mil anos, é pouco provável que aquela árvore esteja ainda lá. Mas se você contemplar o monte Everest e retornar depois de um milhão de anos o Everest estará no mesmo lugar.
O salmo de hoje tenta levar você a confiar em alguém e não em algo. Coisas são necessárias, mas passageiras. Dinheiro, emprego, saúde, juventude, casa, carro, até família, tudo pode passar, falhar e frustrar, mas Deus nunca falha.
Este salmo era cantando pelos peregrinos judeus que de qualquer lugar daquelas terras, estavam próximos de Jerusalém. Quando os cativos de Babilônia, retornaram ao seu lar  depois do exílio, contemplaram  de longe as montanhas da Judéia. Um tempo depois eles podiam observar as colinas que rodeavam Jerusalém e ao aproximar-se mais encontravam o monte Sião.
Onde estavam todos os que saíram um dia de Jerusalém, cativos, para Babilônia? Muitos tinham morrido. Outros envelhecidos e outros haviam desaparecido no tempo e nas sombras do esquecimento. Mas o monte Sião estava ali, indômito, inalterável, e imutável.
Imagine você, o povo cantando: “Os que confiam no Senhor são como o monte Sião.” Eles tinham sido cativos, porque confiaram em suas próprias forças e se esqueceram de Deus. Agora depois de ter sofrido as conseqüências de sua rebeldia, retornavam para casa cantando emocionados a única verdade que os livraria de sofrimentos futuros.
Este salmo é para você hoje. Em quem confiar? Na sua empresa, no seu trabalho, no  dinheiro que você tem aplicado, na sua juventude, na sua força, ou no Senhor?
Se você olhar a Deus em busca de segurança, nunca será frustrado. Ele conhece o futuro. Ele sabe do que você precisa, antes mesmo de que você tenha consciência de sua necessidade. Embora você perca tudo repentinamente, Ele o ajudará a saldar seus compromissos e salvar a sua família. O salmo não diz que o monte não será açoitado pelas inclemências do clima, diz que não será balado. Portanto não se desespere, se os seus olhos estão em Jesus, porque, “os que confiam no Senhor, são como o monte Sião, que não se abala, firme para sempre.”

Alejandro Bullón
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário