Oi Pai...



Desde muito pequeno aprendi a copiar seus gestos.

Seu jeito de andar, pequenos detalhes de seu comportamento.

Aprendi teus ditados, tuas estórias, quem dera tivesse herdado suas virtudes.

Aprendi a desafiar suas leis, e vi teu rosto de satisfação com minhas vitórias, e tua compreensão e teus conselhos nas minhas derrotas.

Aprendi a te amar e a te compreender, e vi muitas vezes em mim mesmo suas falas e conselhos.

Tenho aprendido quão duro é tentar ser alguém como és.

Aprendi que tua presença é tudo que eu poderia querer.

Obrigado Senhor, por ter concedido meu pai!

Via: APSo - Laercio Mazaro

Comentários